Atleticanos são presos com revólver, canivetes e barras de ferro

A Polícia Militar de Minas registrou a prisão de sete integrantes da torcida organizada Galoucura, do Atlético-MG; foram apreendidos um revólver calibre 32 como munições (balas), barras de ferro, canivetes, rojões, martelos, pedaços de pau, maconha e R$ 1,5 mil em dinheiro; um dos detidos já tem passagem pela polícia por envolvimento em brigas de torcidas; a detenção foi feita após denúncia anônima, na sede da torcida, em Belo Horizonte

A Polícia Militar de Minas registrou a prisão de sete integrantes da torcida organizada Galoucura, do Atlético-MG; foram apreendidos um revólver calibre 32 como munições (balas), barras de ferro, canivetes, rojões, martelos, pedaços de pau, maconha e R$ 1,5 mil em dinheiro; um dos detidos já tem passagem pela polícia por envolvimento em brigas de torcidas; a detenção foi feita após denúncia anônima, na sede da torcida, em Belo Horizonte
A Polícia Militar de Minas registrou a prisão de sete integrantes da torcida organizada Galoucura, do Atlético-MG; foram apreendidos um revólver calibre 32 como munições (balas), barras de ferro, canivetes, rojões, martelos, pedaços de pau, maconha e R$ 1,5 mil em dinheiro; um dos detidos já tem passagem pela polícia por envolvimento em brigas de torcidas; a detenção foi feita após denúncia anônima, na sede da torcida, em Belo Horizonte (Foto: Leonardo Lucena)

Minas 247 – A Polícia Militar de Minas Gerais (PM-MG) registrou na tarde desta quarta-feira (26) a prisão de sete integrantes da torcida organizada Galoucura, do Atlético-MG. Foram apreendidos um revólver calibre 32 como munições (balas), barras de ferro, canivetes, rojões, martelos, pedaços de pau, maconha e R$ 1,5 mil em dinheiro. Um dos detidos já tem passagem pela polícia por envolvimento em brigas de torcidas. A detenção foi feita após denúncia anônima, na sede na torcida, em Belo Horizonte.

"Nós efetuamos diligências no local e realmente foi comprovado que eles estavam em posse de várias barras de ferro e inclusive armados com um revólver. Certamente eles tinham a intenção de provocar tumultos e iriam propiciar brigas durante o dia ou no momento da partida", afirmou o tenente Henriuqe Rabelo. As informações são do Estado de Minas.

De acordo com o tenente, os integrantes informaram que desconheciam a origem do material. O grupo foi encaminhado para a Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds).

O Atlético-MG enfrenta o Cruzeiro na noite desta quarta-feira (26), pelo segundo jogo da final da Copa do Brasil, no Mineirão. O Galo, que é visitante, teve direito a pouco mais de 1,8 mil ingressos. No primeiro jogo, o alvinegro venceu a raposa por 2 x 0.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247