Aumenta desemprego em Belo Horizonte

A taxa de desemprego na capital mineira subiu para 5% em julho em comparação os 4,8% registrados em junho, segundo Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED) divulgada nesta quarta-feira pela Fundação Seade e o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese)

Aumenta desemprego em Belo Horizonte
Aumenta desemprego em Belo Horizonte (Foto: Divulgação)

Minas 247

De acordo com o coordenador técnico da pesquisa, Plínio Campos de Souza, a alta de 0,3% no nível de desocupados já era esperada e é considerada normal para julho e para um período de incertezas em relação à retomada da economia.

"No primeiro semestre, a economia não cresceu tanto. Além disso, julho é um mês de férias, com poucas datas interessantes, inclusive para o comércio", afirmou Plínio em entrevista ao jornal O Estado de Minas.

O técnico ressalta que todas as expectativas estão voltadas para o segundo semestre. "A partir de agora há indicação de crescimento da economia e esperamos fechar o ano com a taxa menor do que a do ano passado".

Em julho, o número de ocupados na região metropolitana apresentou ligeira redução em relação ao mês anterior (0,3%) e foi estimado em 2.310 mil trabalhadores. Foi registrado decréscimo no contingente de ocupados na indústria de transformação (10 mil, ou 3,2%). Registrou-se pequenas variações no setor de serviços (2 mil, ou 0,1%), na construção (1 mil, ou 0,5%) e no comércio e reparação de veículos (1 mil, ou 0,2%).

Ainda de acordo com a PED, o rendimento real médio dos ocupados foi estimado em R$ 1.359, o que representa redução de 1,5% em relação ao mês anterior. O salário real médio também apresentou decréscimo (1,0%), sendo estimado em R$ 1.320.

O rendimento médio dos autônomos aumentou ligeiramente (1,0%), sendo estimado em R$ 1.467. No setor privado, foram observadas reduções no salário médio do setor de comércio e reparação de veículos (1,2%) e no setor de serviços (0,6%), já na indústria de transformação o salário médio permaneceu praticamente estável (0,3%).

No conjunto das sete regiões metropolitanas onde a Fundação Seade e o Dieese realizam a pesquisa, a taxa de desemprego no conjunto ficou estável em julho na comparação com junho, em 10,7%. A PED é realizada nas regiões metropolitanas do Distrito Federal, de Belo Horizonte, Fortaleza, Porto Alegre, do Recife, de Salvador e de São Paulo.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247