Bahia é o quarto estado em número de secretarias

O governo da Bahia empata com Pernambuco e Rio Grande do Sul na quarta colocação entre os estados brasileiros, com 27 secretarias; máquina estadual baiana está em décimo lugar, ao lado de Paraná e Rondônia, na proporção de gastos com pessoal; os três estados registram 45% do orçamento total aplicado para pagamento de salários

Bahia é o quarto estado em número de secretarias
Bahia é o quarto estado em número de secretarias

Bahia 247

A Bahia tem destaque entre os estados que mantêm número elevado de secretarias no governo estadual, muitas com funções quase idênticas, apenas para abrigar aliados políticos, segundo aponta levantamento do jornal O Globo.

Além disso, as despesas com pessoal avançam em ritmo mais acelerado do que a arrecadação, o que reduz a cada ano o fôlego para investimentos. No levantamento do número de secretarias, o governo da Bahia empata com Pernambuco e Rio Grande do Sul. Os três estados contam com 27 pastas atualmente e estão na 4ª posição do ranking nacional.

O Distrito Federal é o recordista — são 36 secretarias, só três a menos que as do governo federal (39). Ao mesmo tempo em que criam mais secretarias, as administrações estaduais também aumentam seu quadro de funcionários.

O estudo, a partir de orçamentos de 22 unidades da Federação, mostra que a previsão de gastos com funcionários nesses governos aumentou 42%, um ritmo superior ao do crescimento de estimativa de receita (28%). Há três anos, esses governadores, juntos, orçaram R$ 182,9 bilhões para custear a folha de pagamento. Neste ano, a previsão é gastar R$ 259,8 bilhões.

Essa despesa, se tivesse acompanhado o ritmo de crescimento da receita (de R$ 473 bilhões para R$ 605,7 bilhões), seria hoje R$ 25 bilhões menor. A máquina estadual baiana está em 10º lugar ao lado de Paraná e Rondônia na proporção de gastos com pessoal. Os três estados registram 45% do orçamento total aplicado para pagamento de salários.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247