Baldy e Iris vistoriam retomada da obra do BRT de Goiânia

O ministro das Cidades, Alexandre Baldy, e o prefeito de Goiânia, Iris Rezende (MDB), se encontram nesta terça-feira para acompanhar juntos a retomada da obra de construção do BRT da Capital; a maior obra de mobilidade da história da cidade estava interrompida desde o início de 2017 e foi destravada graças ao trabalho de Baldy no governo federal; solenidade está marcada para às 17 horas na esquina da avenida Horácio Costa Silva com a rua Benedito Costa e Silva, no Jardim Balneário Meia Ponte, segundo informou o Ministério das Cidades

Baldy e Iris vistoriam retomada da obra do BRT de Goiânia
Baldy e Iris vistoriam retomada da obra do BRT de Goiânia
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Goiás 247 - O ministro das Cidades, Alexandre Baldy, e o prefeito de Goiânia, Iris Rezende (MDB), se encontram nesta terça-feira para acompanhar juntos a retomada da obra de construção do BRT da Capital. A maior obra de mobilidade da história da cidade estava interrompida desde o início de 2017 e foi destravada graças ao trabalho de Baldy no governo federal.

A solenidade está marcada para às 17 horas na esquina da avenida Horácio Costa Silva com a rua Benedito Costa e Silva, no Jardim Balneário Meia Ponte, segundo informou o Ministério das Cidades.

O BRT vai ligar a cidade e norte a sul e contemplará alguns bairros de Aparecida. Os pontos finais serão os terminais Recanto do Bosque e Cruzeiro do Sul. Ao todo. o corredor terá 21,7 km de extensão, 12 terminais de integração e 40 estações de embarque e desembarque. Deve atender 120 mil pessoas por dia.

O investimento total é de R$ 271 milhões, sendo R$ 141 milhões de financiamento da Caixa Econômica, R$ 70 milhões em recursos do Tesouro federal e resto de contrapartida da prefeitura. A previsão para o término da obra é março de 2019.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email