Baldy já garantiu R$ 225 milhões para a habitação em Goiás

Empossado ministro no dia 22 de novembro de 2017, o deputado federal goiano Alexandre Baldy completou 100 dias no cargo na semana passada; neste período, Baldy garantiu R$ 225 milhões só para obras de urbanização e de construção de moradias em Goiás; nunca o Estado recebeu tantos recursos do PAC Urbanização e do programa Minha Casa, Minha Vida; a cidade que recebeu a maior fatia deste investimento foi para Goiânia: R$ 34,3 milhões - com contrapartida de R$ 1,8 milhão da prefeitura

Empossado ministro no dia 22 de novembro de 2017, o deputado federal goiano Alexandre Baldy completou 100 dias no cargo na semana passada; neste período, Baldy garantiu R$ 225 milhões só para obras de urbanização e de construção de moradias em Goiás; nunca o Estado recebeu tantos recursos do PAC Urbanização e do programa Minha Casa, Minha Vida; a cidade que recebeu a maior fatia deste investimento foi para Goiânia: R$ 34,3 milhões - com contrapartida de R$ 1,8 milhão da prefeitura
Empossado ministro no dia 22 de novembro de 2017, o deputado federal goiano Alexandre Baldy completou 100 dias no cargo na semana passada; neste período, Baldy garantiu R$ 225 milhões só para obras de urbanização e de construção de moradias em Goiás; nunca o Estado recebeu tantos recursos do PAC Urbanização e do programa Minha Casa, Minha Vida; a cidade que recebeu a maior fatia deste investimento foi para Goiânia: R$ 34,3 milhões - com contrapartida de R$ 1,8 milhão da prefeitura (Foto: José Barbacena)

Goiás 247 - Empossado ministro no dia 22 de novembro de 2017, o deputado federal goiano Alexandre Baldy completou 100 dias no cargo na semana passada. Neste período, Baldy garantiu R$ 225 milhões só para obras de urbanização e de construção de moradias em Goiás. Nunca o Estado recebeu tantos recursos do PAC Urbanização e do programa Minha Casa, Minha Vida.

A cidade que recebeu a maior fatia deste investimento foi para Goiânia: R$ 34,3 milhões - com contrapartida de R$ 1,8 milhão da prefeitura. As obras beneficiam cerca de cinco mil famílias em toda região. Uma das obras, que está está 78% pronta, segundo dados do Ministério das Cidades, é de melhorias e urbanização nos bairros Jardim Curitiba I, II, III e IV.

Em Goiânia, Baldy também entregou - ao lado do governador Marconi Perillo (PSDB) - a segunda etapa do residencial Nelson Mandela, com 640 moradias. O empreendimento todo tem 1.616 unidades habitacionais. Foi construído em parceria com o governo do Estado. Cada apartamento tem 43 m². Mais de 2,5 mil pessoas beneficiadas.

Para Anápolis, cidade que deu a ele votação consagradora em 2014, Baldy garantiu mais de R$ 5 milhões para a retomada e conclusão do residencial Colorado I e II. O projeto foi contratado em 2013 e estava paralisado há quase quatro anos. “Temos empenhado e entregado milhares de moradias por todo o país e é claro que na minha cidade não seria diferente”, disse o ministro no evento que marcou o destravamento da obra.

Outro projeto de grande porte que recebeu mais empenho do ministério para conclusão nestes 100 dias - e que está praticamente pronto para inauguração - é a construção do complexo da Barragem no município de Águas Lindas, na região do Entorno do Distrito Federal. O repasse do governo federal para obra será de R$ 33 milhões.

Ainda dentro do PAC Urbanização, Baldy garantiu R$ 12 milhões para conclusão das obras de melhoria do Jardim Ingá e da região Setor Leste, em Luziânia; R$ 455 milhões para provisão habitacional em Buriti Alegre, que também já praticamente pronta; e R$ 862 mil para Mineiros dentro do programa de urbanização de assentamentos precários. Em Mineiros, a intervenção ficou pronta no dia 26 de dezembro, pouco mais de um mês após Baldy assumir o controle da Pasta.

MINHA CASA, MINHA VIDA

Nestes 100 dias, Baldy também autorizou o pagamento total de R$ 136 milhões para o programa Minha Casa, Minha Vida, na modalidade Entidades. Para áreas urbanas, foram contemplados os municípios de Faina, Cidade Ocidental, Itapirapuã, Luziânia, Montes Claros de Goiás, Nova Crixas, Paraúna e Valparaíso. Total de 1.408 habitações viabilizadas e um investimento de R$ 116 milhões.

Nas áreas rurais, foram selecionados Baliza, Barro Alto, Buriti de Goiás, Colinas do Sul, Divinópolis, Flores de Goiás, Guarani de Goiás, Heitoraí, Itaberaí, Itapuranga, Leopoldo de bulhões, Luziânia, Mambaí, Mossâmedes, Ouro Verde de Goiás, Palestina de Goiás, Pirenópolis, Santa Isabel, Simolândia, Uruaçu e Uruana. Total de 630 habitações e um investimento de R$ 20 milhões. Vale destacar que a contratação desta modalidade de Entidades estava paralisada em todo o país há cerca de dois anos e teve a retomada na gestão do ministro goiano.

Baldy também entregou casas cuja construção foi feita com dinheiro empenhado pelo antecessor dele, Bruno Araújo. Além do Nelson Mandela, em Goiânia, entram nesta lista as 224 casas do residencial Dona Alice, em Guapó, as 260 casas do residencial Maria Perillo, em Palmeiras, e os 768 apartamentos do residencial Estância Itanhangá, em Caldas Novas.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247