Baldy troca PSDB pelo PTN

Deputado federal anapolino diz que está engajado na implantação do PTN no Estado de Goiás desde 2015 e enfatizou que o motivo de sua desfiliação é a busca pelo desenvolvimento de um novo projeto político voltado aos cidadãos goianos e brasileiros; expectativa é de que a sigla tenha ao menos dez candidatos a prefeito e vários candidatos a vereadores espalhados nos 246 municípios goianos; o presidente estadual do partido é Adriano Avelar, assessor de Baldy

Deputado federal anapolino diz que está engajado na implantação do PTN no Estado de Goiás desde 2015 e enfatizou que o motivo de sua desfiliação é a busca pelo desenvolvimento de um novo projeto político voltado aos cidadãos goianos e brasileiros; expectativa é de que a sigla tenha ao menos dez candidatos a prefeito e vários candidatos a vereadores espalhados nos 246 municípios goianos; o presidente estadual do partido é Adriano Avelar, assessor de Baldy
Deputado federal anapolino diz que está engajado na implantação do PTN no Estado de Goiás desde 2015 e enfatizou que o motivo de sua desfiliação é a busca pelo desenvolvimento de um novo projeto político voltado aos cidadãos goianos e brasileiros; expectativa é de que a sigla tenha ao menos dez candidatos a prefeito e vários candidatos a vereadores espalhados nos 246 municípios goianos; o presidente estadual do partido é Adriano Avelar, assessor de Baldy (Foto: Realle Palazzo-Martini)

O deputado federal Alexandre Baldy filiou-se na quinta-feira (17) ao Partido Trabalhista Nacional (PTN). Após cinco anos, o parlamentar deixa a sigla tucana para, segundo diz, ingressar no novo projeto político que tem como principal objetivo redemocratizar o País para atender às atuais demandas da população. “Saio do PSDB deixando portas abertas e ingresso no PTN para lutar pelo clamor das ruas, reformulação da política, desenvolvimento da economia, geração de empregos e contra a corrupção instalada nas instituições públicas nos últimos anos.”

Alexandre Baldy está engajado na implantação do PTN no Estado de Goiás desde 2015 e enfatiza que o motivo de sua desfiliação do PSDB é a busca pelo desenvolvimento de um novo projeto político voltado aos cidadãos goianos e brasileiros. Presidente de Honra do partido no estado, Baldy destaca o crescimento da sigla que já se faz presente em mais de 200 municípios goianos, além de ser o partido que mais cresceu nesta legislatura na Câmara dos Deputados, contando atualmente com 13 parlamentares.

“Recriamos o partido no estado para formarmos candidatos a agentes públicos capacitados para lutar pela dignidade da população e por melhor qualidade de vida. A expectativa é de que a sigla tenha ao menos dez candidatos a prefeito e vários candidatos a vereadores espalhados nos 246 municípios de Goiás. O presidente estadual do partido e assessor de Baldy, Adriano Avelar, destaca que atualmente, 150 municípios já tem o partido estruturado e candidatos a vereadores em mais de 100 municípios, entre eles Goiânia, Anápolis e Aparecida de Goiânia.

A vice-presidente nacional do PTN, deputada Renata Abreu (SP) afirma que a sigla recebe Baldy de braços abertos para trabalhar pela reprogramação da política brasileira. “Alexandre vem somar à nossa proposta de reformular o sistema político e redemocratizar o Brasil para nos aproximarmos da população com transparência e legislar com eficiência.”

Renata Abreu explica que o PTN tem 70 anos de história política limpa, sem escândalos de corrupção, e que atualmente conta com parlamentares de primeiro mandato que lutam por mudar a política brasileira ao se aproximar do eleitor. “Estamos passando por uma etapa de refundação com mudança de nome, programa, proposta e essência para atender ao clamor das ruas. A política que é feita hoje não atende mais aos brasileiros, por isso nossa principal bandeira é a Democracia Direta, na qual poderemos integrar a população no sistema político e legislar para atender o real interesse dos brasileiros”, completa.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247