Bancários realizam ato contra Bolsonaro

Mais um ato em repúdio ao deputado Jair Bolsonaro ocorre nesta sexta-feira (6), na sede do Sindicato dos Bancários em Fortaleza. O evento contará com a participação de pessoas que foram torturadas durante a Ditadura Militar. Na ocasião será entregue também uma queixa crime contra o deputado à Procuradoria da República

Mais um ato em repúdio ao deputado Jair Bolsonaro ocorre nesta sexta-feira (6), na sede do Sindicato dos Bancários em Fortaleza. O evento contará com a participação de pessoas que foram torturadas durante a Ditadura Militar. Na ocasião será entregue também uma queixa crime contra o deputado à Procuradoria da República
Mais um ato em repúdio ao deputado Jair Bolsonaro ocorre nesta sexta-feira (6), na sede do Sindicato dos Bancários em Fortaleza. O evento contará com a participação de pessoas que foram torturadas durante a Ditadura Militar. Na ocasião será entregue também uma queixa crime contra o deputado à Procuradoria da República (Foto: Rodrigo Rocha)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Ceará247 - O deputado federal Jair Bolsonaro segue sendo alvo de protestos por sua postura de intolerância e ódio. Nesta sexta-feira (6), Mulheres Bancárias, Central Única dos Trabalhadores (CUT) e Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CBT) promovem ato de repúdio ao parlamentar, a partir das 19h, na sede do Sindicato dos Bancários (Rua 24 de maio, 1289. Centro), em Fortaleza. 

O evento contará com a participação de pessoas que foram torturadas durante a Ditadura Militar, que darão seus depoimentos e alertarão para que essas atrocidades não voltem a acontecer. Na ocasião será entregue também uma queixa crime contra o deputado à Procuradoria da República cobrando providências contra as posturas preconceituosas e fascistas de Bolsonaro

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email