Bancos reabrem com longas filas em Maceió

Após quase um mês fechado por conta da greve, os bancos privados e a Caixa Econômica Federal reabriram com longas filas; os bancários decidiram retornar às atividades em assembleia realizada nessa segunda-feira (26), quando aceitaram a proposta de 10% reajuste salarial da Federação Nacional dos Bancos e encerraram a greve da categoria; paciência foi a palavra de ordem

Após quase um mês fechado por conta da greve, os bancos privados e a Caixa Econômica Federal reabriram com longas filas; os bancários decidiram retornar às atividades em assembleia realizada nessa segunda-feira (26), quando aceitaram a proposta de 10% reajuste salarial da Federação Nacional dos Bancos e encerraram a greve da categoria; paciência foi a palavra de ordem
Após quase um mês fechado por conta da greve, os bancos privados e a Caixa Econômica Federal reabriram com longas filas; os bancários decidiram retornar às atividades em assembleia realizada nessa segunda-feira (26), quando aceitaram a proposta de 10% reajuste salarial da Federação Nacional dos Bancos e encerraram a greve da categoria; paciência foi a palavra de ordem (Foto: Voney Malta)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Alagoas247 - Após 20 dias fechados devido à greve dos trabalhadores, bancos privados e a Caixa Econômica Federal reabriram na manhã desta terça-feira (27) com longas filas. Quem precisou resolver alguma pendência, teve que ter paciência à espera de atendimento.

Os bancários decidiram retornar às atividades em assembleia realizada nessa segunda-feira (26), quando aceitaram a proposta de 10% reajuste salarial da Federação Nacional dos Bancos e encerraram a greve da categoria, que teve início em 6 de outubro.

No horário de abertura das agências, às 9h, era possível observar um movimento mais intenso em bancos privados. Apesar de lamentar o tempo de espera, os clientes disseram não ter outra opção e relataram os prejuízos acumulados ao londo da paralisação.

"Vim fazer pagamentos e a fila está muito grande. Acho que vai ficar pior depois de 10h. Mas tinha que vir hoje. Essa greve atrapalhou muito a gente que é comerciante. Deixei de comprar muita mercadoria porque não tinha como fazer os pagamentos", explicou o comerciante Valmir Ferreira.

"Tá muito cheio, mas fazer o quê? Tem que ficar na fila. Tenho que resolver as pendências que ficaram nesse tempo de greve. Só espero que não demore muito o atendimento", afirmou a dona de casa Maria José de Souza.

Apenas as agências do Banco do Brasil seguem fechadas nesta terça-feira. Os trabalhadores da instituição devem realizar uma nova assembleia nesta noite para avaliar a proposta da Fenaban e decidir os rumos da paralisação.

Com gazetaweb.com

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247