Barbosa não descarta pleitos futuros: 'Deus dirá'

O presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, foi tratado em Salvador nesta sexta-feira (11) do jeito que ele gosta: como estrela; jornalistas, magistrados e servidores do Tribunal de Justiça da Bahia disputavam cada foto tirada para estar ao lado do ministro; e ele não se fez de rogado; indagado sobre possibilidade de ser candidato à presidência da República em eleições futuras, o chefe da corte suprema deixou no ar: "Deus dirá"; Barbosa não quis comentar a AP 470: "Vamos mudar a fita"

O presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, foi tratado em Salvador nesta sexta-feira (11) do jeito que ele gosta: como estrela; jornalistas, magistrados e servidores do Tribunal de Justiça da Bahia disputavam cada foto tirada para estar ao lado do ministro; e ele não se fez de rogado; indagado sobre possibilidade de ser candidato à presidência da República em eleições futuras, o chefe da corte suprema deixou no ar: "Deus dirá"; Barbosa não quis comentar a AP 470: "Vamos mudar a fita"
O presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, foi tratado em Salvador nesta sexta-feira (11) do jeito que ele gosta: como estrela; jornalistas, magistrados e servidores do Tribunal de Justiça da Bahia disputavam cada foto tirada para estar ao lado do ministro; e ele não se fez de rogado; indagado sobre possibilidade de ser candidato à presidência da República em eleições futuras, o chefe da corte suprema deixou no ar: "Deus dirá"; Barbosa não quis comentar a AP 470: "Vamos mudar a fita" (Foto: Romulo Faro)

Bahia 247 - O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, foi tratado em Salvador nesta sexta-feira (11) do jeito que ele gosta: como estrela. O ministro participou na capital baiana da inauguração da 13ª Vara da Fazenda Pública e deu pontapé inicial para instalação do sistema do Processo Judicial Eletrônico (PJE) na justiça comum baiana.

Jornalistas, magistrados e servidores do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) disputavam cada foto tirada para estar ao lado de Barbosa. E ele não se fez de rogado.

Indagado sobre assunto de sua preferência nos últimos meses, sua candidatura à presidência da república, o chefe da corte suprema lembrou ao jornalista que o prazo para deixar o cargo e se filiar a um partido político para, consequentemente, se candidatar, já passou, mas não descartou participar dos próximos pleitos. "Deus dirá", respondeu Joaquim Barbosa.

Na entrevista coletiva à imprensa, ao lado do governador Jaques Wagner, liderança maior do PT no Nordeste, Barbosa fulminou questionamento de um repórter sobre o assunto que lhe rendeu a posição de 'superstar', o julgamento da Ação Penal 470, o chamado mensalão. "Vamos mudar a fita".

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247