Brasileiro está entre os que pagam mais caro por gasolina

O litro vendido aqui 70% acima do comercializado em Nova York. Segundo especialistas, os impostos cobrados sobre o produto nas bombas so os responsveis pela distoro

Brasileiro está entre os que pagam mais caro por gasolina
Brasileiro está entre os que pagam mais caro por gasolina (Foto: shutterstock)

247 – O motorista brasileiro paga um dos litros de gasolina mais caros do mundo. Isso acontece mesmo com o controle de preço dos combustíveis pelo governo — uma tentativa de estabilizar a inflação ao consumidor no país.

Uma pesquisa da consultoria americana Airinc, obtida pelo GLOBO, mostra que a gasolina comum vendida nos postos do país (R$ 2,90 por litro) custa 40% a mais do que em Buenos Aires (R$ 2,08) e 70% acima do comercializado em Nova York (R$ 1,71). Os dados foram coletados em 35 países, no mês de janeiro, e revela que a gasolina brasileira ocupa a 13ª posição entre as mais caras do mundo, próximo de países desenvolvidos. Na Noruega, o combustível chega a custar R$ 4,49.

O combustível brasileiro aparece na pesquisa com o mais caro da América Latina, superando países como Chile (R$ 2,71), México (R$ 1,29) e Venezuela (R$ 0,03). Esta última tem o combustível mais barato do mundo.

Segundo especialistas, os impostos cobrados sobre o produto nas bombas são os responsáveis pela distorção. O preço do combustível ao consumidor é atualmente composto por 39% de carga tributária (ICMS, Cide, PIS/Pasep e Cofins). Outros 18% são a margem da distribuidora e revendedora; 9% são o custo do álcool anidro (que é adicionado à gasolina) e mais 34% referem-se ao custo da refinaria.

O preço do combustível brasileiro não é ainda mais caro porque a Petrobras vende o produto a preços subsidiado na refinaria. O produto comercializado pela Petrobras está 16% mais barato na gasolina e 21% mais barato no óleo diesel em relação ao preço lá fora. Por isso, a estatal deixou de arrecadar R$ 7,8 bilhões em 2011. E isso pode aumentar a pressão na estatal por um reajuste de preços.

A classe C tem sido a principal responsável pelo aumento do consumo de combustíveis e pela compra de automóveis no Brasil. Segundo o antropólogo Everardo Rocha, da PUC-Rio, a carência de transportes públicos de qualidade muitas vezes exige a compra de um carro. (Com informações do Globo)

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247