Cachoeira retoma ameaça: "Vou falar o que sei"

“Quero e vou falar o que eu sei, como consultor da Delta, da relação da empresa com as prefeituras e o governo estadual”, disse o bicheiro, após voltar de sua lua-de-mel na Bahia. Declaração é um claro recado às gestões do PT e do PMDB de importantes cidades de Goiás que mantiveram contratos com a empreiteira de Cavendish

Cachoeira retoma ameaça: "Vou falar o que sei"
Cachoeira retoma ameaça: "Vou falar o que sei"
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Goiás247_ O contraventor Carlinhos Cachoeira voltou a ameaçar contar tudo o que sabe. Desta vez, ele disse que quer ser convocado para depor na CPI da Delta, atualmente suspensa por decisão judicial, na Assembleia Legislativa de Goiás. “Quero e vou falar o que eu sei, como consultor da Delta, da relação da empresa com as prefeituras e o governo estadual”, disse Cachoeira à jornalista Carla Borges, do jornal O Popular, de Goiânia.

A declaração de Cachoeira é entendida como uma nova ameaça ao PT e ao PMDB, especialmente em Goiás. Prefeituras importantes do Estado, a exemplo de Goiânia (a capital), Anápolis, Aparecida de Goiânia e Catalão, governadas por PT e PMDB, mantiveram contratos milionários com a empreiteira Delta, empresa da qual o bicheiro era consultor e lobista. A construtora também tem contratos o governo de Goiás, comandado por Marconi Perillo, mas o tucano não deve ser o alvo preferencial do contraventor.

Cachoeira fez a nova ameaça logo após retornar de sua lua-de-mel com a empresária Andressa Mendonça em um luxuoso resort na península de Maraú, na Bahia. A reportagem de O Popular questionou o contraventor na sede da 11ª Vara da Justiça Federal, em Goiânia.

Por força de um despacho do juiz Alderico Rocha Santos, Cachoeira deve informar ao juízo a intenção de viajar, embora não dependa da liberação do magistrado. Ele já havia feito isso antes de sair em lua-de-mel, e na quinta-feira esteve no órgão para manifestar sei interesse em movimentar-se entre Goiânia e Anápolis entre os dias 10 e 20 de janeiro. Cachoeira também pretende ir a Goiatuba, terra natal de sua amada, no Sul de Goiás.

Cachoeira, que se manteve caçado na CPI que levou seu nome no Congresso Nacional, disse que aguarda uma convocação para a CPI Delta/Cachoeira, instalada na Assembleia Legislativa de Goiás. A comissão foi suspensa pelos deputados membros após uma liminar do Tribunal de Justiça do Estado impedir a CPI de analisar documentos relativos aos contratos de prefeituras administradas pelo PT e pelo PMDB com a Delta.

A CPI recorreu da liminar, mas o Judiciário goiano vem postergando a decisão.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email