Câmara aprova construção de moradias populares em Goiânia

Áreas, num total de 38.847,96 m² estão localizadas no Loteamento Residencial João Paulo II, com 23.215,68 m² e a outra no setor Parque Eldorado Oeste, de 15.632,28 m²; área do João Paulo II será destinada ao Governo do Estado para a implantação de programas habitacionais destinados a famílias carentes, por meio da AGEHAB, que que irá construir 500 moradias; iniciativa visa cobrir o déficit habitacional em vista da grande demanda por casas populares na Capital; De acordo com vereador Anselmo Pereira, a desafetação destas áreas públicas não implicará na diminuição da oferta de equipamentos de uso coletivo para as comunidades dos dois setores, que contam com uma rede de serviços para atender a demanda projetada

Áreas, num total de 38.847,96 m² estão localizadas no Loteamento Residencial João Paulo II, com 23.215,68 m² e a outra no setor Parque Eldorado Oeste, de 15.632,28 m²; área do João Paulo II será destinada ao Governo do Estado para a implantação de programas habitacionais destinados a famílias carentes, por meio da AGEHAB, que que irá construir 500 moradias; iniciativa visa cobrir o déficit habitacional em vista da grande demanda por casas populares na Capital; De acordo com vereador Anselmo Pereira, a desafetação destas áreas públicas não implicará na diminuição da oferta de equipamentos de uso coletivo para as comunidades dos dois setores, que contam com uma rede de serviços para atender a demanda projetada
Áreas, num total de 38.847,96 m² estão localizadas no Loteamento Residencial João Paulo II, com 23.215,68 m² e a outra no setor Parque Eldorado Oeste, de 15.632,28 m²; área do João Paulo II será destinada ao Governo do Estado para a implantação de programas habitacionais destinados a famílias carentes, por meio da AGEHAB, que que irá construir 500 moradias; iniciativa visa cobrir o déficit habitacional em vista da grande demanda por casas populares na Capital; De acordo com vereador Anselmo Pereira, a desafetação destas áreas públicas não implicará na diminuição da oferta de equipamentos de uso coletivo para as comunidades dos dois setores, que contam com uma rede de serviços para atender a demanda projetada (Foto: Realle Palazzo-Martini)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Goiás 247 - De iniciativa do presidente da Casa, Anselmo Pereira (PSDB), destina áreas para habitação de interesse social. As áreas, num total de 38.847,96 m² estão localizadas no Loteamento Residencial João Paulo II, com 23.215,68 m² e a outra no setor Parque Eldorado Oeste, de 15.632,28 m². A Lei Complementar proposta por Anselmo possibilitará a construção de 900 moradias para famílias de baixa renda.

Segundo Anselmo, "a iniciativa visa cobrir o déficit habitacional em vista da grande demanda por casas populares na Capital. De acordo com o parlamentar, a desafetação destas áreas públicas não implicará na diminuição da oferta de equipamentos de uso coletivo para as comunidades dos dois setores, uma vez que tanto o Residencial Eldorado oeste como o João Paulo II já contam com uma rede de serviços para atender a demanda projetada.”

A área do setor João Paulo II será destinada ao Governo do Estado de Goiás para a implantação de programas habitacionais destinados a famílias carentes, por meio da AGEHAB-Agência Goiana de Habitação, que irá construir 500 moradias através de convênio formalizado com a Sociedade Habitacional Comunitária. Já a área do Residencial Eldorado Oeste será repassada para a Cooperativa União por Moradia Popular para a construção de 400 casas.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247