Candidato ao Senado, Mendonça nega ida para o PMDB

Um dos motivos da crise entre o DEM e o PMDB e que gerou duras críticas do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), contra ministros do governo Temer, o ministro da Educação, Mendonça Filho (DEM-PE), negou que tenha discutido sobre a troca de sigla com dirigentes do PMDB ou qualquer político; o ministro, no entanto, confirmou que pretende disputar uma das duas vagas em Pernambuco ao Senado em 2018

Rio de Janeiro - O ministro da Educação, Mendonça Filho, visita a 18ª edição da Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro, no Riocentro (Tânia Rêgo/Agência Brasil)
Rio de Janeiro - O ministro da Educação, Mendonça Filho, visita a 18ª edição da Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro, no Riocentro (Tânia Rêgo/Agência Brasil) (Foto: Voney Malta)

Pernambuco 247 – O ministro da Educação, Mendonça Filho (DEM-PE), afirmou, durante evento em Salvador, nesta sexta-feira (29), para construção de creches municipais, que não irá trocar o DEM pelo PMDB, conforme vinha sendo especulado no meio político.

Mendonça disse que não conversou sobre a troca de sigla com “nenhum dirigente do PMDB e nenhum outro político” e que tomou conhecimento sobre esse tema através da mídia.

Nos últimos dias, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), atacou o governo Michel Temer e os seus ministros mais próximos por estarem tentando tirar nomes do DEM e também impedir que políticos deixassem os seus partidos e se filiassem ao Democratas.

Deputado federal licenciado, o ministro, no entanto, confirmou que pretende disputar uma das duas vagas em Pernambuco ao Senado em 2018. Para tanto precisa formar um grupo que o apoie. “É uma coisa que temos que fazer com calma, com paciência, porque o momento é complicado. Tenho conversado, dialogado. Mas partido A ou B não tive não”.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247