Candidatos fazem promessas para hospitais e ‘sem casa’

Na caça aos votos, os candidatos à Prefeitura de Belo Horizonte, João Leite (PSDB) e Alexandre Kalil (PHS), estiveram em locais diferentes, mas com o mesmo objetivo: promessas para conquistar simpatias e, consequentemente, votos; João leite visitou a Santa Casa, na Região Centro-Sul da capital, onde prometeu brigar por mais verbas; Kalil esteve a Paróquia Todos os Santos, na Região Norte, reafirmou que vai implantar uma gestão mais humanizada na capital e garantiu que não vai retirar moradores de ocupações

Na caça aos votos, os candidatos à Prefeitura de Belo Horizonte, João Leite (PSDB) e Alexandre Kalil (PHS), estiveram em locais diferentes, mas com o mesmo objetivo: promessas para conquistar simpatias e, consequentemente, votos; João leite visitou a Santa Casa, na Região Centro-Sul da capital, onde prometeu brigar por mais verbas; Kalil esteve a Paróquia Todos os Santos, na Região Norte, reafirmou que vai implantar uma gestão mais humanizada na capital e garantiu que não vai retirar moradores de ocupações
Na caça aos votos, os candidatos à Prefeitura de Belo Horizonte, João Leite (PSDB) e Alexandre Kalil (PHS), estiveram em locais diferentes, mas com o mesmo objetivo: promessas para conquistar simpatias e, consequentemente, votos; João leite visitou a Santa Casa, na Região Centro-Sul da capital, onde prometeu brigar por mais verbas; Kalil esteve a Paróquia Todos os Santos, na Região Norte, reafirmou que vai implantar uma gestão mais humanizada na capital e garantiu que não vai retirar moradores de ocupações (Foto: Voney Malta)

Minas 247 – Na caça aos votos, os candidatos à Prefeitura de Belo Horizonte, João Leite (PSDB) e Alexandre Kalil (PHS), estiveram, nesta terça-feira (11),  em locais diferentes, mas com o mesmo objetivo: promessas para conquistar simpatia e, consequentemente, votos.

João leite visitou a Santa Casa, na Região Centro-Sul da capital. Kalil, a Paróquia Todos os Santos, na Região Norte.

O primeiro garantiu brigar por mais verbas para o hospital e foi sabatinado por médicos, enfermeiros e funcionários. Aproveitou o momento para culpar o PT pelas dificuldades enfrentadas pela entidade filantrópica. E prometeu que, caso eleito, irá pedirá aos 53 deputados federais mineiros que dediquem parte dos R$ 7,5 milhões em emendas para os hospitais da Santa Casa

O segundo, durante encontro com lideranças dos bairros Providência e Primeiro de Maio, criticou a política habitacional da gestão do prefeito Marcio Lacerda (PSB). Kalil reafirmou que vai implantar uma gestão mais humanizada na capital e garantiu que não vai retirar moradores de ocupações.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247