Cantor Victor vira réu em ação por agressão à mulher

A Justiça mineira aceitou a denúncia do MP-MG contra Victor, que faz dupla com irmão Leo; o cantor passa a ser réu no processo por agressão à mulher dele; a esposa do cantor, Poliana Bagatini, de 29 anos, registrou um boletim de ocorrência contra o marido por agressão, no dia 24 de fevereiro, em Belo Horizonte; grávida, ela compareceu à Delegacia de Mulheres, na avenida Augusto de Lima, para registrar o caso

Victor, da dupla sertaneja Victor e Leo
Victor, da dupla sertaneja Victor e Leo (Foto: Leonardo Lucena)

Minas 247 - A Justiça mineira aceitou a denúncia do Ministério Público (MPMG) contra Victor, que faz dupla com irmão Leo. O cantor passa a ser réu no processo por agressão à mulher dele. A decisão foi tomada na última sexta-feira (7) e divulgada nesta segunda (10).

A esposa do cantor, Poliana Bagatini, de 29 anos, registrou um boletim de ocorrência contra o marido por agressão, no dia 24 de fevereiro, em Belo Horizonte. Grávida, ela compareceu à Delegacia de Mulheres, na avenida Augusto de Lima, para registrar o caso. A agressão teria acontecido no bairro Luxemburgo, onde a família tem um apartamento. Quase dois meses após o registro do boletim, a Polícia Civil indiciou o cantor. Imagens de segurança do prédio basearam a conclusão do inquérito.

Na mesma época, o advogado do cantor alegou não ter tido acesso às câmeras de segurança, mas garantiu que as imagens não podem mostrar o que não aconteceu.

"Ele chegou ao apartamento ouvindo gritos. Deparou-se com os objetos quebrados e Poliana agressiva, ofendia a mãe dele, uma idosa. Ele tentou acalmá-la conversando. Quando ela disse que ia pegar a filha de 1 ano e ia embora, e ela não é daqui, não conhece Belo Horizonte, ele falou 'você não vai pegar a Maria Vitória'. Ele se colocou na frente dela, ela entrou à força no elevador e ele a puxou e depois empurrou", disse, na época, durante coletiva de imprensa.

 

 

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247