Caos de Parente: TJ suspende expediente e prazos a partir de segunda

Por causa da greve dos caminhoneiros, o Tribunal de Justiça da Bahia vai publicar um decreto suspendendo o expediente e os prazos processuais; já o prefeito ACM Neto (DEM) afirmou que Salvador pode ficar sem ônibus a partir de quarta-feira (30): “Não havendo uma suspensão do movimento na paralisação, nós teremos condições de rodar até quarta-feira”

Por causa da greve dos caminhoneiros, o Tribunal de Justiça da Bahia vai publicar um decreto suspendendo o expediente e os prazos processuais; já o prefeito ACM Neto (DEM) afirmou que Salvador pode ficar sem ônibus a partir de quarta-feira (30): “Não havendo uma suspensão do movimento na paralisação, nós teremos condições de rodar até quarta-feira”
Por causa da greve dos caminhoneiros, o Tribunal de Justiça da Bahia vai publicar um decreto suspendendo o expediente e os prazos processuais; já o prefeito ACM Neto (DEM) afirmou que Salvador pode ficar sem ônibus a partir de quarta-feira (30): “Não havendo uma suspensão do movimento na paralisação, nós teremos condições de rodar até quarta-feira” (Foto: Voney Malta)

Bahia 247 – O impacto da greve dos caminhoneiros continua afetando diversos serviços, inclusive daqueles que tratam de cidadania. É que o Tribunal de Justiça da Bahia (TJ) decidiu que publicará um decreto na próxima segunda-feira (28), suspendendo o expediente e os prazos processuais até deliberação posterior, segundo reportagem do Política Livre (leia aqui).

Sem Combustível

O prefeito ACM Neto (DEM) afirmou que Salvador pode ficar sem ônibus a partir da próxima quarta-feira (30), por causa da falta de combustíveis causado pela greve dos caminhoneiros. “A previsão nossa é que, não havendo uma suspensão do movimento na paralisação, nós teremos condições de rodar até quarta-feira”, afirmou Neto.

Neste sábado (26) apenas 50% da frota de ônibus circulou na pela capital baiana.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247