Carina Vitral: o MBL adora mamar nas tetas do governo

Em debate na Câmara dos Vereadores de São Paulo, a dirigente da União da Juventude Socialista, Carina Vitral, desmonta o discurso anti-estado do Movimento Brasil Livre; "O MBL adora mamar nas tetas do governo", disse Carina, ao mostrar que o MBL prefere se aproximar dos governos Temer e Alckmin a apoiar os movimentos que lutam por melhorias na Educação pública

Em debate na Câmara dos Vereadores de São Paulo, a dirigente da União da Juventude Socialista, Carina Vitral, desmonta o discurso anti-estado do Movimento Brasil Livre; "O MBL adora mamar nas tetas do governo", disse Carina, ao mostrar que o MBL prefere se aproximar dos governos Temer e Alckmin a apoiar os movimentos que lutam por melhorias na Educação pública
Em debate na Câmara dos Vereadores de São Paulo, a dirigente da União da Juventude Socialista, Carina Vitral, desmonta o discurso anti-estado do Movimento Brasil Livre; "O MBL adora mamar nas tetas do governo", disse Carina, ao mostrar que o MBL prefere se aproximar dos governos Temer e Alckmin a apoiar os movimentos que lutam por melhorias na Educação pública (Foto: Charles Nisz)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

SP 247 - Em debate na Câmara dos Vereadores de São Paulo, Carina Vitral, dirigente da União da Juventude Socialista, chamou o Movimento Brasil Livre de "agência de marketing, uma empresa de lobby". Para Carina, o MBL "não pode ser considerado um movimento da sociedade".

A dirigente da União da Juventude Socialista ironizou Kim Kataguiri, ao dizer que o problema da Educação é mesmo de sucateamento e de falta de orçamento e emendou: "Onde estava o MBL quando a PEC 55, que tira recursos da Educação, foi aprovada? Estava puxando o saco de Michel Temer", disse ela, arrancando aplausos e gritos da plateia.

Carina relembrou a ocupação dos estudantes secundaristas na Assembleia Legislativa para pressionar por uma CPI da Merenda e investigar a corrupção na Secretaria Estadual de Educação. Assim como no caso de Temer, Carina diz que "o MBL estava puxando o saco de Geraldo Alckmin". Segundo a dirigente estudantil, apesar do discurso privatista, o MBL adora "mamar nas tetas de um governo". Confira a íntegra do vídeo:

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247