Casos de dengue caem em 76,72% em Goiás

Os casos de dengue caíram significativamente em Goiás nestes primeiros dois meses de 2017; índices levantados pela Secretaria da Saúde de Goiás (SES-GO) mostram que nas duas primeiras semanas do ano passado foram notificados 35 mil casos da doença; neste ano, 8 mil pessoas foram contaminadas, uma redução de 76,72% dos casos; para o secretário da Saúde, Leonardo Vilela, é preciso ter coragem e ousadia para vencer o Aedes; “Nossos resultados foram positivos porque houve um enorme engajamento institucional e popular, com o trabalho feito de maneira sistemática, obedecendo a cronogramas, ciclos mensais e monitoramento, em tempo real"

Os casos de dengue caíram significativamente em Goiás nestes primeiros dois meses de 2017; índices levantados pela Secretaria da Saúde de Goiás (SES-GO) mostram que nas duas primeiras semanas do ano passado foram notificados 35 mil casos da doença; neste ano, 8 mil pessoas foram contaminadas, uma redução de 76,72% dos casos; para o secretário da Saúde, Leonardo Vilela, é preciso ter coragem e ousadia para vencer o Aedes; “Nossos resultados foram positivos porque houve um enorme engajamento institucional e popular, com o trabalho feito de maneira sistemática, obedecendo a cronogramas, ciclos mensais e monitoramento, em tempo real"
Os casos de dengue caíram significativamente em Goiás nestes primeiros dois meses de 2017; índices levantados pela Secretaria da Saúde de Goiás (SES-GO) mostram que nas duas primeiras semanas do ano passado foram notificados 35 mil casos da doença; neste ano, 8 mil pessoas foram contaminadas, uma redução de 76,72% dos casos; para o secretário da Saúde, Leonardo Vilela, é preciso ter coragem e ousadia para vencer o Aedes; “Nossos resultados foram positivos porque houve um enorme engajamento institucional e popular, com o trabalho feito de maneira sistemática, obedecendo a cronogramas, ciclos mensais e monitoramento, em tempo real" (Foto: José Barbacena)

Goiás 247 - Os casos de dengue caíram significativamente em Goiás nestes primeiros dois meses de 2017. Os índices levantados pela Secretaria da Saúde de Goiás (SES-GO) mostram que nas duas primeiras semanas do ano passado foram notificados 35 mil casos da doença. Neste ano, 8 mil pessoas foram contaminadas, uma redução de 76,72% dos casos.

Para o secretário da Saúde, Leonardo Vilela, é preciso ter coragem e ousadia para vencer o Aedes. “Nossos resultados foram positivos porque houve um enorme engajamento institucional e popular, com o trabalho feito de maneira sistemática, obedecendo a cronogramas, ciclos mensais e monitoramento, em tempo real. Precisamos continuar com a força-tarefa e os resultados somente serão mantidos se tiver a mobilização de prefeitos e secretários”, afirmou, ao falar sobre a mobilização Força-Tarefa Goiás Contra-Aedes, uma parceria da Secretaria de Saúde com o Corpo de Bombeiros e com o apoio das prefeituras municipais,

Com o objetivo de assegurar a continuidade da queda nos índices da contaminação pelo Aedes Aegypti no Estado, a SES-GO, fará entrevista coletiva nesta sexta-feira, dia 24, às 9 horas, sobre os cuidados com o mosquito durante o Carnaval. O encontro será na Superintendência de Vigilância em Saúde (Suvisa), no 1º andar.

Na ocasião, o coordenador da Suvisa, Marcello Rosa, prestará informações aos jornalistas e orientações de como proceder para evitar a infestação e contato com o mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247