Centro terá policiamento reforçado

O governo de Alagoas decidiu que, por conta das festas de fim de ano, quando o número de consumidores tende a aumentar, mais de 40 militares vão se revezar no patrulhamento das ruas do comércio até o dia 31 de dezembro; e nos dias em que órgãos públicos efetuarem o pagamento do 13º salário, o número alcançará 70 policiais

O governo de Alagoas decidiu que, por conta das festas de fim de ano, quando o número de consumidores tende a aumentar, mais de 40 militares vão se revezar no patrulhamento das ruas do comércio até o dia 31 de dezembro; e nos dias em que órgãos públicos efetuarem o pagamento do 13º salário, o número alcançará 70 policiais
O governo de Alagoas decidiu que, por conta das festas de fim de ano, quando o número de consumidores tende a aumentar, mais de 40 militares vão se revezar no patrulhamento das ruas do comércio até o dia 31 de dezembro; e nos dias em que órgãos públicos efetuarem o pagamento do 13º salário, o número alcançará 70 policiais (Foto: Voney Malta)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Alagoas247 - O governo estadual anunciou, na tarde desta quinta-feira (10), o reforço do policiamento no centro de Maceió, em virtude das proximidades das festas de fim de ano, quando o número de consumidores tende a aumentar. Mais de 40 militares vão se revezar no patrulhamento das ruas do comércio até o dia 31 de dezembro, a fim de se garantir maior tranquilidade a lojistas e àqueles que pretendem fazer suas compras na região.

De acordo com o secretário de Segurança Pública, Alfredo Gaspar de Mendonça, nos dias em que órgãos públicos efetuarem o pagamento do 13º salário, o número alcançará 70 policiais, graças ao apoio do 1º Batalhão e do Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran), com o objetivo de inibir a ação de assaltantes. 

À imprensa, o secretário afirmou, ainda, que o Estado não vai mudar seu planejamento de segurança, mantendo o rigor no combate à violência. "Nós trabalhamos com a inteligência, e isso tem feito com que consigamos reduzir a criminalidade em Alagoas", emendou.

Já o comandante de Policiamento da Capital (CPC), tenente-coronel Marcos Sampaio, disse que, além do aumento do número de policiais, câmeras de videomonitoramento também foram instaladas com o objetivo de auxiliar o trabalho da polícia na identificação dos suspeitos, na base móvel da PM.

Com gazetaweb.com

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email