Chapa de Ana Amélia segue sem rumo definido

Com a pré-candidatura definida da Senadora Ana Amélia Lemos ao governo do Estado, o PP e os partidos aliados, PSDB e Solidariedade (SDD), não conseguiram chegar a um consenso sobre os nomes para vice e para o Senado; ocorreu mais uma reunião entre os representantes das siglas, porém sem avanços

2014.05.24 - Porto Alegre/RS/Brasil - Coligação PP/PSDB/Solidariedade apresentam pré-candidatura da Senadora Ana Amélia Lemos ao Governo do Estado do RS, no Salão Júlio de Castilhos da ALRS. Foto: Ramiro Furquim/Sul21.com.br
2014.05.24 - Porto Alegre/RS/Brasil - Coligação PP/PSDB/Solidariedade apresentam pré-candidatura da Senadora Ana Amélia Lemos ao Governo do Estado do RS, no Salão Júlio de Castilhos da ALRS. Foto: Ramiro Furquim/Sul21.com.br (Foto: Leonardo Lucena)

Jaqueline Silveira, Sul 21 - Com a pré-candidatura definida da Senadora Ana Amélia Lemos ao governo do Estado, o PP e os partidos aliados, PSDB e Solidariedade (SDD), não conseguiram chegar a um consenso sobre os nomes para vice e para o Senado. Nesta segunda-feira (02), ocorreu mais uma reunião entre os representantes das siglas, porém sem avanços. "Por enquanto, são bastantes reuniões e pouco resultado", resumiu o presidente estadual do PP, Celso Bernardi.

Os nomes mais cotados são do deputado estadual Cassiá Carpes (SDD) para vice, e do deputado federal Nelson Marchezan Júnior (PSDB) concorrer ao Senado. Bernardi acredita que até a próxima semana o restante da chapa majoritária deverá estar definido. No dia 24 de maio, foi lançada a pré-candidatura de Ana Amélia com a presença do presidenciável Aécio Neves (PSDB), quando também foi oficializada a aliança entre PP, PSDB e SDD.

Dos cinco pré-candidatos ao governo do Estado, só três ainda não completaram suas chapas. Além de Ana Amélia, o deputado federal Vieira da Cunha (PDT) não tem vice. Já o concorrente ao Senado será o jornalista Lasier Martins. Igualmente, o concorrente pelo PSol, Roberto Robaina, não escolheu o companheiro de chapa, mas já definiu o nome ao Senado: Professor Júlio Flores, do PSTU.

Já o ex-prefeito de Caxias do Sul José Ivo Sartori (PMDB) fechou o restante da chapa no último domingo (01) com a adesão do PSD à coligação, que indicou o vice, o empresário Paulo José Cairoli. A vaga ao Senado ficou com o deputado federal Beto Albuquerque (PSB). Dias antes, na quarta-feira (28), o governador Tarso Genro anunciou sua chapa com a ex-secretária de Turismo Abgail Pereira como vice, e o ex-governador Olívio Dutra, pré-candidato ao Senado.

As candidaturas, no entanto, só serão oficializadas com as convenções, que estarão liberadas a partir do dia 10 de junho.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247