Ciro responde a 80 processos por danos morais só no Ceará

Levantamento realizado pelo jornal O Povo mostra que 80 processos por danos morais contra o pré-candidato à presidência, Ciro Gomes (PDT), tramitam ou passaram pelo Ceará. Quem encabeça a lista de ações contra o ex-ministro é o presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB), com 37. Relembre alguns casos famosos 

Levantamento realizado pelo jornal O Povo mostra que 80 processos por danos morais contra o pré-candidato à presidência, Ciro Gomes (PDT), tramitam ou passaram pelo Ceará. Quem encabeça a lista de ações contra o ex-ministro é o presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB), com 37. Relembre alguns casos famosos 
Levantamento realizado pelo jornal O Povo mostra que 80 processos por danos morais contra o pré-candidato à presidência, Ciro Gomes (PDT), tramitam ou passaram pelo Ceará. Quem encabeça a lista de ações contra o ex-ministro é o presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB), com 37. Relembre alguns casos famosos  (Foto: Rodrigo Rocha)

Ceará 247 - O pré-candidato à presidência da República Ciro Gomes (PDT) é conhecido por sua “língua solta”, “metralhadora verbal” e por não se importar com as consequências de suas declarações. Por isso mesmo, possui uma uma extensa lista de pendências com a Justiça. De acordo com levantamento do jornal O Povo, o ex-ministro responde a 80 processos por danos morais, apenas no Ceará.

Quem encabeça a lista de processos contra Ciro é o presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB), com 37 ações. Entre os ataques, estão os de “aventureiro, mentiroso, lambanceiro” e até pinotralha - “uma mistura de Pinóquio com irmão metralha”, explicou Ciro, na ocasião. A lista inclui também nomes como o ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha (MDB-RJ), a quem Ciro chamou de “o maior bandido do País”; e o prefeito de São Paulo, João Dória (PSDB), classificado como “farsante” e “engomadinho que vive com o beiço cheio de botox”.

O levantamento tem como base dados do Tribunal de Justiça do Ceará, Como processos contra Ciro podem ter sido abertos no Judiciário de outros estados, o ex-ministro pode responder a ainda mais ações por ataques contra a honra.

Quem já processou o ex-ministro 

EDUARDO CUNHA (MDB-RJ) Alvo recorrente, Cunha já processa o ex-ministro há vários anos. Num dos embates, Ciro o chamou de “maior bandido do Brasil” 

JAIR BOLSONARO (PSC-RJ) Processou Ciro, após o ex-ministro dizer que Bolsonaro recebeu dinheiro ilegal da JBS/Friboi na campanha eleitoral de 2014 

JOÃO DORIA (PSDB-SP) Ingressou com ação contra Ciro em julho passado, após ser acusado de enriquecer com dinheiro público 

MICHEL TEMER (MDB) Ciro foi condenado a pagar indenização de R$ 30 mil a Temer após chamá-lo de "ladrão fisiológico" e "chefe de quadrilha" 

FERNANDO COLLOR (PTB-AL) Justiça condenou Ciro a pagar R$ 100 mil de indenização a Collor. Em 1999, o ex-ministro disse que Lula deveria ter chamado Collor de "playboy safado" e "cheirador de cocaína" nas eleições de 1989 

FERNANDO HENRIQUE CARDOSO (PSDB) Ciro foi condenado em 2008 por ter dito que o ex-presidente tinha "horror a preto, pobre e nordestino" 

Leia mais aqui

 

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247