Com novos parques, produção de peixes no TO será de 100 mil toneladas

O ministro da Pesca e Aquicultura, Eduardo Lopes, disse que em até seis meses espera concluir a licitação para que os produtores de São Salvador e Peixe possam instalar os tanques rede nos reservatórios das duas usinas hidrelétricas, que são produzem 10 vezes mais peixes do que no modelo de tanques escavados; o governador Sandoval Cardoso (SD) afirmou que o governo do Estado dará o suporte necessário, tanto na questão ambiental, quando na infraestrutura das estradas até chegar nos reservatórios

O ministro da Pesca e Aquicultura, Eduardo Lopes, disse que em até seis meses espera concluir a licitação para que os produtores de São Salvador e Peixe possam instalar os tanques rede nos reservatórios das duas usinas hidrelétricas, que são produzem 10 vezes mais peixes do que no modelo de tanques escavados; o governador Sandoval Cardoso (SD) afirmou que o governo do Estado dará o suporte necessário, tanto na questão ambiental, quando na infraestrutura das estradas até chegar nos reservatórios
O ministro da Pesca e Aquicultura, Eduardo Lopes, disse que em até seis meses espera concluir a licitação para que os produtores de São Salvador e Peixe possam instalar os tanques rede nos reservatórios das duas usinas hidrelétricas, que são produzem 10 vezes mais peixes do que no modelo de tanques escavados; o governador Sandoval Cardoso (SD) afirmou que o governo do Estado dará o suporte necessário, tanto na questão ambiental, quando na infraestrutura das estradas até chegar nos reservatórios (Foto: Aquiles Lins)

Tocantins 247 - O ministro da Pesca e Aquicultura, Eduardo Lopes, e o governador interino Sandoval Cardoso (SD) lançaram na tarde dessa segunda-feira, 14, as unidades de produção de pescado dos municípios de Peixe e São Salvador, região sul do Tocantins. Com a implantação destes novos parques aquícolas, a estimativa é que a piscicultura tocantinense cresça até cinco vezes, partindo das atuais 20 mil toneladas de pescado, para atingir o patamar de 100 mil toneladas de produção de peixe por ano, já a partir do próximo ano.

Segundo o governador Sandoval Cardoso, o desenvolvimento dos parques aquícolas vai potencializar a geração de renda para as pessoas que dependem do pescado para sobreviver. “Vai ajudar principalmente nessa região que necessita da geração de renda, e o Estado se dedicará ao máximo para atender em tudo que for necessário, na área ambiental, nas estradas que farão as ligações até os campos aquícolas”, afirmou.

O ministro Eduardo Lopes destacou o potencial do Estado para a produção de peixes em tanques rede. “Nós sabemos o potencial que tem o Tocantins e hoje visitando São Salvador e Peixe eu pude comprovar o quanto o Estado tem realmente condições de crescer, e acreditamos que em seis meses estaremos já com a licitação não onerosa e a onerosa nesses dois reservatórios, e sabemos que o potencial do Estado é muito maior, e quando estivermos com os parques todos os lagos das Usinas Hidrelétricas a produção poderá chegar a 300 toneladas de pescados por ano”, disse.

Já a secretária nacional de Ordenamento e Produção Aquícola do MPA, Maria Fernanda Mince Ferreira, destacou que os investimentos nos parques aquícolas são importantes porque o sistema de produção de pescado por tanque rede é muito mais produtivo do que outros sistemas. “Os sistemas taque-rede produzem até 10 vezes mais do que os viveiros escavados e nós temos um potencial enorme e ainda pouco explorado que são os reservatórios das usinas hidrelétricas”, informou.

Segundo o secretário estadual de Agricultura e Pecuária, Junior Marzola, a implantação dos tanques-rede para a produção aquícola estão avançando conforme o previsto, desde a implantação do Parque Aquícola de Lajeado, que vem beneficiando centenas de pequenos produtores da região. “Nós já lançamos o parque de Palmas, atendendo os sete municípios do entorno, agora São Salvador e Peixe, e em breve os demais, fomentando o setor que ainda tem muito a crescer”, garantiu.

O presidente da associação Z25, Mauro Ramos, falou da satisfação da categoria com o lançamento do parque. “Hoje para nós é um dia ímpar, há muitos anos estamos aguardando isso, e assim que for liberado nós pretendermos colocar 280 tanques-rede de imediato”, comentou.

Um dos associados, Vagner Eduardo da Silva Pereira disse que a produção em tanques-rede vai dar mais segurança para os pescadores. “Hoje nós temos oito meses para produzir, mas não temos uma renda fixa, não dá para saber. Mas com os taques rede teremos os alevinos, sabendo em quanto tempo ele produz, trará mais segurança e renda para todos”, disse.

Também participaram dos lançamentos os deputados federais Ângelo Agnolin (PDT), César alum (PRB), Professora Dorinha (DEM), e os deputado estaduais Eduardo do Dertins (PPS) e Ricardo Ayres (SD).

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247