Comitê da Copa lamenta perda de Fernandão

“Fernandão foi um símbolo do povo brasileiro, através da garra e dedicação que tinha e do esporte, em geral, como elemento de transformação. Foi um atleta exemplar, que deixou sua marca para o esporte”, destacou o coordenador-executivo do CGCopa, órgão vinculado à Secretaria Estadual de Esporte e Lazer, Mauricio Santos; o prefeito José Fortunati decretou luto oficial em Porto Alegre pelo falecimento do ex-jogador 

“Fernandão foi um símbolo do povo brasileiro, através da garra e dedicação que tinha e do esporte, em geral, como elemento de transformação. Foi um atleta exemplar, que deixou sua marca para o esporte”, destacou o coordenador-executivo do CGCopa, órgão vinculado à Secretaria Estadual de Esporte e Lazer, Mauricio Santos; o prefeito José Fortunati decretou luto oficial em Porto Alegre pelo falecimento do ex-jogador 
“Fernandão foi um símbolo do povo brasileiro, através da garra e dedicação que tinha e do esporte, em geral, como elemento de transformação. Foi um atleta exemplar, que deixou sua marca para o esporte”, destacou o coordenador-executivo do CGCopa, órgão vinculado à Secretaria Estadual de Esporte e Lazer, Mauricio Santos; o prefeito José Fortunati decretou luto oficial em Porto Alegre pelo falecimento do ex-jogador  (Foto: Roberta Namour)

Governo do Estado - O Comitê Gestor da Copa (CGCopa) do Governo do Estado lamenta o falecimento do ex-jogador Fernando Lúcio da Costa, ídolo do Internacional. O CGCopa soma-se à consternação dos torcedores gaúchos, principalmente colorados, e solidariza-se com a família e amigos neste momento. Fernandão tornou-se ídolo pelas conquistas no Internacional e conquistou respeito de todos os gaúchos por seu futebol e postura como cidadão.

“Fernandão foi um símbolo do povo brasileiro, através da garra e dedicação que tinha e do esporte, em geral, como elemento de transformação. Foi um atleta exemplar, que deixou sua marca para o esporte”, destacou o coordenador-executivo do CGCopa, órgão vinculado à Secretaria Estadual de Esporte e Lazer, Mauricio Santos.

Repercussão para além do esporte

As principais autoridades do RS e Brasil também manifestaram-se sobre o tema. Para o governador Tarso Genro, “hoje foi um dia que amanheceu muito triste para o Rio Grande do Sul”. "Sua morte foi uma coisa muito dolorosa para todos. Fernandão tinha uma relação de camaradagem com seus colegas de profissão extraordinária. Tinha o prestigio de todas as torcidas e era um desportista exemplar”, afirmou o governador.

A presidente Dilma Rousseff também manifestou-se sobre o falecimento de Fernandão. “Campeão mundial de clubes dentro de campo, Fernandão era fora de campo exemplo de caráter. Lamento muito a morte de Fernandão, ídolo do Internacional e de todos os amantes do futebol. Deixará saudades”, disse a presidente.

O prefeito José Fortunati decretou luto oficial em Porto Alegre pelo falecimento do ex-jogador (Anna Magagnin).

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247