Comprou um pacote de viagens? Saiba quais são os seus direitos

Caso haja cancelamento da viagem por não ter atingido o número mínimo do grupo, a operadora deve devolver todo o valor já pago, ou oferecer um crédito para futuras viagens

Comprou um pacote de viagens? Saiba quais são os seus direitos
Comprou um pacote de viagens? Saiba quais são os seus direitos

Se você comprou um pacote de viagens, o Código de Direitos do Consumidor oferece garantias para que tudo corra da forma planejada. O Jurídico Correspondentes, plataforma de contratação de correspondentes jurídicos, listou alguns direitos dos consumidores nessa modalidade:

  • Não compre pacotes de operadoras que não tenham cadastro na Embratur ou que não sejam membros da Abav.

  • Procure saber sobre a agência de viagens e seus serviços, pelo site da Embratur ou de outras pessoas que usaram os serviços.

  • Sempre compare preços antes de aceitar um contrato: ele não pode ser muito caro e nem muito barato.

  • Leia sempre o contrato com atenção antes de assiná-lo para não ter surpresas desagradáveis.

Ao fechar o contrato, também é interessante prestar atenção em alguns pontos:

  • Mantenha sua pontualidade ao marcar o voo ou o embarque para não perder seus direitos.

  • Caso haja cancelamento da viagem por não ter atingido o número mínimo do grupo, a operadora deve devolver todo o valor já pago, ou oferecer um crédito para futuras viagens;

  • Caso você desista da viagem, saiba que não terá todo o dinheiro de volta. O próprio contrato, na maior parte das vezes, prevê uma quantia ou porcentagem para devolução, e uma porcentagem que será retida pela agência para cobrir seus custos operacionais ou pagamentos já feitos a prestadores de serviço. Lembre-se que, quanto mais próximo da viagem, menor será o reembolso.

  • A agência de viagens deve prestar todas as informações sobre documentos necessários para a viagem, o visto de entrada em países estrangeiros, as vacinas necessárias para cada região e os locais onde poderá buscar ajuda se não estiver numa viagem em grupo.

Lembre-se que, se não for atendido dentro do que foi estabelecido em contrato, seja com relação a hospedagem ou locomoção, você deve, no retorno, procurar a agência imediatamente. Caso seus problemas não sejam resolvidos pela agência, a solução é sempre o Procon, onde você deverá ir munido de todos os documentos para registrar sua reclamação. 

Sobre o Jurídico Correspondentes:
Fundado em 2013, o Jurídico Correspondentes é um marketplace que conecta profissionais que precisam de apoio jurídico a correspondentes jurídicos em todo o país, oferecendo maior agilidade nos processos e redução de custos. A plataforma já possui mais de 51 mil profissionais cadastrados, entre eles advogados, estagiários e bacharéis em direito que prestam diversos serviços jurídicos.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247