Criatura e criador, candidatura de Anastasia abraça Aécio

Depois de decidir disputar o governo de Minas para evitar o esfacelamento e a divisão do PSDB mineiro, o senador Antonio Anastasia terá o desafio de se desvincular do seu criador, o senador Aécio Neves; no PT, aliados avaliam que a reeleição do governador Fernando Pimentel pode ficar mais fácil: “Todo mundo queria se livrar do Aécio Neves, ninguém o queria como apoiador. Agora Anastasia abraça Aécio e a criatura não tem como se desvencilhar do criador”, diz o deputado federal Reginaldo Lopes

Criatura e criador, candidatura de Anastasia abraça Aécio
Criatura e criador, candidatura de Anastasia abraça Aécio

Minas 247 – Sem um nome forte, portanto sem alternativa, o senador Antonio Anastasia (PSDB-MG) acabou - depois de muita pressão e com o risco de ver o partido se esfacelar e se dividir em Minas - aceitando disputar o governo.  Essa decisão foi comemorada pelos tucanos no Estado que estudavam deixar o partido, mas agora consideram o senador um candidato competitivo.

Entretanto, para aliados do governador Fernando Pilmentel (PT), que tentará a reeleição, Anastasia terá dificuldade de convencer o eleitor mineiro a eleger novamente um governo do PSDB. Ou seja, a candidatura do senador pode facilitar para os petistas a disputa pelo governo de Minas, dada a relação íntima com o senador Aécio Neves (PSDB), o que pode afastar eleitores.

O deputado federal Reginaldo Lopes (PT-MG), pré-candidato ao Senado, acha “que a eleição fica mais fácil. Todo mundo queria se livrar do Aécio Neves, ninguém o queria como apoiador. Agora Anastasia abraça Aécio e a criatura não tem como se desvencilhar do criador”.

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247