Cúpula do PSB amplia prazo para formar alianças

O PSB acertou o passo e traçou as estratégias visando a caminhada do governador de Pernambuco, Eduardo Campos, rumo ao Palácio do Planalto e, também, a formação de alianças visando as eleições estaduais; Após uma reunião que durou cerca de seis horas, realizada no Recife, a cúpula da legenda definiu que as instâncias estaduais serão discutidas a partir do final de março, assegurando mais tempo para que as divergências entre o PSB e a Rede Sustentabilidade sejam sanadas

www.brasil247.com - O PSB acertou o passo e traçou as estratégias visando a caminhada do governador de Pernambuco, Eduardo Campos, rumo ao Palácio do Planalto e, também, a formação de alianças visando as eleições estaduais; Após uma reunião que durou cerca de seis horas, realizada no Recife, a cúpula da legenda definiu que as instâncias estaduais serão discutidas a partir do final de março, assegurando mais tempo para que as divergências entre o PSB e a Rede Sustentabilidade sejam sanadas
O PSB acertou o passo e traçou as estratégias visando a caminhada do governador de Pernambuco, Eduardo Campos, rumo ao Palácio do Planalto e, também, a formação de alianças visando as eleições estaduais; Após uma reunião que durou cerca de seis horas, realizada no Recife, a cúpula da legenda definiu que as instâncias estaduais serão discutidas a partir do final de março, assegurando mais tempo para que as divergências entre o PSB e a Rede Sustentabilidade sejam sanadas (Foto: Paulo Emílio)


Pernambuco 247 - O PSB acertou o passo e traçou as estratégias visando a caminhada do governador de Pernambuco, Eduardo Campos, rumo ao Palácio do Planalto e, também, a formação de alianças visando as eleições estaduais. Após uma reunião que durou cerca de seis horas, realizada no Recife, a cúpula da legenda definiu que as instâncias estaduais serão discutidas a partir do final de março, assegurando mais tempo para que as divergências entre o PSB e a Rede Sustentabilidade sejam sanadas. O partido também teria definido o dia de 4 de fevereiro para lançar o documento com as diretrizes básicas do programa de governo, em um evento previsto para acontecer em Brasília.

Após o lançamento, o documento será encaminhado aos diretórios estaduais do partido que terão até o dia 10 de março para avaliar a situação em cada local e para contribuir com o texto final do programa de governo. O maior objetivo é garantir tempo para que a situação de cada estado seja avaliada cuidadosamente de maneira que o PSB possa decidir sem maiores ruídos em formar alianças ou não, conforme o necessário.  Os maiores entraves à formação de alianças estão em São Paulo e no Rio de Janeiro.

“Vamos fazer um informe sobre a situação naquele estado. Se a situação das alianças vão conduzir para a unidade, se vai ter dispersão sem problema ou dispersão com algum de problema, para que, só no dia 25 de março, o partido faça a primeira reunião da executiva e começar o debate sobre a política de alianças”, disse Campos após o término da reunião.

O PSB confirmou, ainda, a realização dos seminários regionais que acontecerão em Porto Alegre (22 de fevereiro), Rio de Janeiro (15 de março), Recife (5 de abril), Goiânia (12 de abril) e Manaus (26 de abril), que servirão para identificar as demandas regionais. Campos afirmou que não discutida uma data para o lançamento oficial de sua candidatura à Presidência da República. “Tenham calma, não foi discutido isso”, disse ao jornalistas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email