Daniel e Nelto se atritam pelo comando do diretório

Peemedebistas até tentam disfarçar, mas o clima no partido é de guerra; briga acontece porque dois grupos querem o comando do partido na eleição que acontece em 24 de outubro; coluna Giro, de O Popular, aborda o confronto entre o deputado federal Daniel Vilela e o deputado estadual José Nelto; "Embora ambos falem em buscar um consenso interno, sem cotoveladas, nos bastidores é cada um por si", afirma a nota

Peemedebistas até tentam disfarçar, mas o clima no partido é de guerra; briga acontece porque dois grupos querem o comando do partido na eleição que acontece em 24 de outubro; coluna Giro, de O Popular, aborda o confronto entre o deputado federal Daniel Vilela e o deputado estadual José Nelto; "Embora ambos falem em buscar um consenso interno, sem cotoveladas, nos bastidores é cada um por si", afirma a nota
Peemedebistas até tentam disfarçar, mas o clima no partido é de guerra; briga acontece porque dois grupos querem o comando do partido na eleição que acontece em 24 de outubro; coluna Giro, de O Popular, aborda o confronto entre o deputado federal Daniel Vilela e o deputado estadual José Nelto; "Embora ambos falem em buscar um consenso interno, sem cotoveladas, nos bastidores é cada um por si", afirma a nota (Foto: José Barbacena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Goiás 247 - Peemedebistas até tentam disfarçar, mas o clima no partido é de guerra. A briga acontece porque dois grupos querem o comando do partido na eleição que acontece em 24 de outubro. A coluna Giro, de O Popular, nesta quarta-feira aborda o confronto entre o deputado federal Daniel Vilela e o deputado estadual José Nelto. 

"A disputa pelo comando estadual do PMDB esquentou entre os deputados Daniel Vilela e José Nelto. Embora ambos falem em buscar um consenso interno, sem cotoveladas, nos bastidores é cada um por si", diz a nota.

O filho de Maguito Vilela saiu atrás devido ao anúncio feito pela bancada estadual de apoio a Nelto. Maguito e Daniel estranharam a ação dos deputados e agora cobram explicações.

Nelto propaga aos quatro cantos que Daniel será o candidato do partido ao governo do Estado, em 2018, ser também presidente do diretório seria um excesso de tarefas.

Daniel rebate e argumenta que Nelto também possui deveres na Assembleia e o fato de ficar em Brasília não é impedimento. Peça chave nesse embate, o ex-governador Iris Rezende ainda se mantém distante e não anunciou seu posicionamento. Ao que parece, prefere deixar que a briga continue, pelo menos por enquanto.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247