Delegada diz que há provas contra Maurício Sampaio

Adriana Ribeiro diz que está tudo bem provado e pede voto de confiança da Justiça; advogados do empresário tentam conseguir habeas corpus; ele é defendido por dois ex-presidentes do Tribunal de Justiça; em seu depoimento, Maurício negou ter encomendado o assassinato de Valério Luiz; ele deixou delegacia em viatura da PC (foto) e foi levado para o Complexo Prisional

Delegada diz que há provas contra Maurício Sampaio
Delegada diz que há provas contra Maurício Sampaio (Foto: Reprodução TV Anhanguera)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Goiás 247_ A delegada titular da Delegacia de Homicídios, Adriana Ribeiro, foi enfática ao afirmar na tarde desta segunda-feira que existem provas suficientes contra o empresário Maurício Sampaio. Ele foi preso no último sábado acusado de ser o principal suspeito de encomendar a morte do cronista esportivo Valério Luiz.

Adriana disse em entrevista coletiva que existe suspeita da participação de Maurício em outros crimes. O acusado foi dirigente do Atlético e sofria críticas pesadas de Valério. Durante um programa de TV que participava Valério disse que “quando o navio está afundando os ratos são os primeiros a saírem”. A afirmação era uma referência à péssima campanha do Atlético no Brasileirão e também a Maurício, que naquele momento deixava o cargo de vice-presidente.

O depoimento do ex-dirigente começou às 16h e durou cerca de uma hora e meia. A delegada afirmou que foram recolhidas provas e houve quebra dos sigilos bancário e telefônico dos participantes. A titular da DIH disse aos jornalistas que não acredita que o suspeito vá confessar o crime. “Ele deve continuar negando, mas está tudo muito bem provado. Espero que a Justiça dê esse voto de confiança à PC e não dê a ele o habeas corpus de imediato”, disse.

Maurício é cartorário e seria dono de mais de 100 imóveis na Capital. Tido como empresário influente em órgãos públicos, a família de Valério teme que o poder do acusado possa atrapalhar as investigações. Em seu depoimento ele negou ter participação no assassinato. Após sair da delegacia, Mauricío foi levado numa viatura para o Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia.

O apelo de Adriana na entrevista aconteceu porque os advogados do empresário já estariam tentando junto ao Tribunal de Justiça de Goiás um habeas corpus. Na equipe que defende Maurício há dois desembargadores aposentados que foram presidentes do Tribunal de Justiça.

Imagens

A Polícia Civil divulgou hoje imagens de câmeras situadas na rua T5 que mostram um motoqueiro saindo em alta velocidade e na contramão. O indivíduo seria Marquinhos em rota de fuga após assassinar o cronista esportivo.

O caso

Marcos Vinícius Pereira Xavier, 28, o Marquinhos, é assassino confesso de Valério e disse que foi contratado para executar o criem pelo sargento Djalma Gomes da Dilva. Este foi agenciado por Urbano de Carvalho Malta, que era uma espécie de “faz tudo” de Mauricio Sampaio. Urbano, segundo a polícia, morava numa casa que está no nome de Mauricio, que fica em frente à Rádio 820, onde Valério foi assassinado.

Marquinhos pediu proteção à delegada e disse que sua família está sendo ameaçada.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247