Deputado baiano contrata 'empresa-fantasma'

Peemedebista Lúcio Vieira Lima teria contratado as empresas Global Transportes e Executiva, "ambas registradas em nome de laranjas", ao custo de R$ 110.700; deputado nega irregularidade e afirma que manterá contrato até que a Câmara aponte inidoneidade; "Vou continuar alugando da Global, a não ser que a Câmara informe que essa empresa não está mais autorizada"

Deputado baiano contrata 'empresa-fantasma'
Deputado baiano contrata 'empresa-fantasma' (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Bahia 247

Nota da Veja afirma que o presidente do PMDB na Bahia, deputado Lúcio Vieira Lima, teria contratado a empresa Global Transportes e a Executiva, "ambas registradas em nome de laranjas", ao custo de R$ 110.700.

Segundo a publicação, desde que assumiu o mandato, há dois anos, o peemedebista baiano repassou R$ 64.900 à Global e R$ 45.800 reais à Executiva. Por trás das duas empresas está César Cunha, conhecido ex-assessor do PMDB.

À Veja Lúcio respondeu que César Cunha foi motorista do seu irmão, o vice-presidente de Pessoa Jurídica da Caixa, Geddel Vieira Lima. O deputado diz que a situação legal da empresa contratada por ele não é de sua responsabilidade.

"Ele apresenta a nota eu dou à Câmara. Cabe à Câmara analisar. Para mim, ela presta o serviço, o carro está sempre à minha disposição", disse o parlamentar ao site de Veja.

Ele afirmou também que o contrato será mantido. "Vou continuar alugando da Global, a não ser que a Câmara informe que essa empresa não está mais autorizada".

A cota para o exercício da atividade parlamentar, que era conhecida como verba indenizatória, disponibiliza cerca de R$ 30.000 por mês para gastos relativos ao mandato dos deputados, tais como passagens aéreas, contas de telefone, aluguel de carros e combustível.

No caso de Lúcio, segundo a Veja, parte desses recursos foram transferidos mensalmente para empresas de fachada.

Veja aqui a nota da Veja.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email