Deputado defende racionamento de água em Fortaleza e RM

O deputado federal Raimundo Gomes de Matos (PSDB) defende o racionamento de água em Fortaleza e Região Metropolitana para não esgotar as reservas do Estado, que passa pelo quinto ano consecutivo de estiagem. Ontem, a Funceme divulgou que as precipitações durante a quadra chuvosa ficaram 45% abaixo da média histórica

O deputado federal Raimundo Gomes de Matos (PSDB) defende o racionamento de água em Fortaleza e Região Metropolitana para não esgotar as reservas do Estado, que passa pelo quinto ano consecutivo de estiagem. Ontem, a Funceme divulgou que as precipitações durante a quadra chuvosa ficaram 45% abaixo da média histórica
O deputado federal Raimundo Gomes de Matos (PSDB) defende o racionamento de água em Fortaleza e Região Metropolitana para não esgotar as reservas do Estado, que passa pelo quinto ano consecutivo de estiagem. Ontem, a Funceme divulgou que as precipitações durante a quadra chuvosa ficaram 45% abaixo da média histórica (Foto: Rodrigo Rocha)

Ceará247 - O resultado da última quadra chuvosa apresentado ontem pela Funceme, que registrou 45% de precipitações abaixo da média histórica, deve acender um alerta vermelho para a questão do abastecimento no Estado. Para o deputado federal Raimundo Gomes de Matos (PSDB), é hora de iniciar um plano de racionamento de água, inclusive em Fortaleza e Região Metropolitana.

“O governo do Estado tem que apresentar um plano para a população, mostrando a necessidade de fazermos essa equação a fim de não faltar água em novembro e dezembro. Há uma crise hídrica, a transposição lá em Jati deverá chegar em dezembro, o que não significa dizer que em Fortaleza ela chega em dezembro. E tem as obras complementares que precisam ser aceleradas”, disse hoje (14) o deputado, em entrevista ao Blog do Eliomar.

Para ele, a população precisa estar consciente de que o Ceará vai entrar em uma crise hídrica este ano, e o Governo deve tomar desde já as providências para amenizar os transtornos, “envolvendo as escolas, a população e todos os setores da sociedade na questão do racionamento”.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247