Deputado do PT: 'Dilma erra ao dar crédito ao PMDB'

Deputado Jorge Solla, do PT, fez críticas duras ao governo nesta quarta-feira pela decisão da presidente Dilma Rousseff de dar ao PMDB o Ministério da Saúde, na tentativa de amenizar a crise política no Congresso; ele disse que o governo "erra ao dar crédito à bancada do PMDB"; "Estou muito preocupado porque as notícias que tem chegado é que o que está se pretendendo não é se resolver a negociação da crise política, não é fortalecer o governo. O que está se pretendendo é aproveitar um pouquinho da crise política para tirar dividendos"

Deputado Jorge Solla, do PT, fez críticas duras ao governo nesta quarta-feira pela decisão da presidente Dilma Rousseff de dar ao PMDB o Ministério da Saúde, na tentativa de amenizar a crise política no Congresso; ele disse que o governo "erra ao dar crédito à bancada do PMDB"; "Estou muito preocupado porque as notícias que tem chegado é que o que está se pretendendo não é se resolver a negociação da crise política, não é fortalecer o governo. O que está se pretendendo é aproveitar um pouquinho da crise política para tirar dividendos"
Deputado Jorge Solla, do PT, fez críticas duras ao governo nesta quarta-feira pela decisão da presidente Dilma Rousseff de dar ao PMDB o Ministério da Saúde, na tentativa de amenizar a crise política no Congresso; ele disse que o governo "erra ao dar crédito à bancada do PMDB"; "Estou muito preocupado porque as notícias que tem chegado é que o que está se pretendendo não é se resolver a negociação da crise política, não é fortalecer o governo. O que está se pretendendo é aproveitar um pouquinho da crise política para tirar dividendos" (Foto: Romulo Faro)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Bahia 247 - Ex-titular da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia, o deputado Jorge Solla, do PT, fez críticas duras ao governo nesta quarta-feira pela decisão da presidente Dilma Rousseff de dar ao PMDB o Ministério da Saúde, na tentativa de amenizar a crise política no Congresso.

"Registro nossa profunda insatisfação com o processo de negociação em relação ao ministério da saúde. Não é discussão de programa, de política, é a tábua mais rasa que se pode pensar do processo de toma lá, da cá", lamentou Solla.

O deputado disse que o governo "erra ao dar crédito à bancada do PMDB". "Estou muito preocupado porque as notícias que tem chegado é que o que está se pretendendo não é se resolver a negociação da crise política, não é fortalecer o governo. O que está se pretendendo é aproveitar um pouquinho da crise política para tirar dividendos".

O petista afirma que a parte da bancada do PMDB que negociou o cargo não é a que discute o SUS e tem histórico com a saúde, mas outra parcela que estaria interessada, "entre outras coisas", em reassumir a gestão dos hospitais federais no Rio de Janeiro.

"Tirar dividendos, especialmente no Rio de Janeiro. Desde já quero manifestar nossa indignação e colocar nossa disposição para não permitir que se aproveite de um momento de dificuldade do governo para piratear – esse é o termo certo – uma rede tão importante com a do Rio, mantida pelo ministério".

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247