Deputado Manassés reafirma que PSL busca cargos no governo de Rui

Um dos insatisfeitos com a situação do PSL no governo de Rui Costa, o deputado Manassés reafirma que ele e os outros três parlamentares que se declaram 'independentes' ainda tentam negociar com o governador Rui Costa 'espaço' na administração; "Não conseguimos ainda ser recebidos pelo governador. Os cargos da Embasa e da Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização são de Marcelo Nilo. Ele mesmo já disse que isso é um acerto dele com o ex-governador Jaques Wagner. Não temos nenhuma nomeação nas secretarias"; apesar da insatisfação, Manassés garante que ele os outros dissidentes não farão oposição sistemática a Rui; "O que for bom para a Bahia, aprovaremos. O que não for bom para os baianos, não terá nosso aval"

Manassés
Manassés (Foto: Romulo Faro)

Bahia 247 - Um dos insatisfeitos com a situação do PSL no governo de Rui Costa, o deputado Manassés reafirma que ele e os outros três parlamentares que se declaram 'independentes' ainda tentam negociar com o governador Rui Costa (PT) 'espaço' na administração.

Manassés, contudo, não acredita a saída dos deputados Euclides Fernandes e Jurandy Oliveira do PSL tenha sido parte de uma suposta articulação do governo para que o partido não tivesse assento numa possível CPI (comissão parlamentar de inquérito) para investigar as causas que levaram ao fechamento do Centro de Convenções da Bahia, em Salvador.

"Não tenho conhecimento disso e não acho que o governador chegaria a esse ponto. Acho que isso não procede. Vou ter uma reunião com a bancada nos próximos dias para avaliar a saída dos deputados, para ver porque os colegas saíram do PSL. Não sei se isso tem a ver com Marcelo Nilo", ponderou Manassés.

O deputado reitera que ele e os demais parlamentares, com exceção de Marcelo Nilo, continuam atuando de forma independente na Assembleia Legislativa. Eles dizem que a legenda não é representada no governo de Rui Costa.

"Não conseguimos ainda ser recebidos pelo governador. Os cargos da Embasa e da Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização são de Marcelo Nilo. Ele mesmo já disse que isso é um acerto dele com o ex-governador Jaques Wagner. Não temos nenhuma nomeação nas secretarias".

Apesar da insatisfação, Manassés garante que ele os outro três dissidentes não farão oposição sistemática a Rui Costa. "O que for bom para a Bahia, aprovaremos. O que não for bom para os baianos, não terá nosso aval", diz o parlamentar.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247