Deputados aumentarão sua verba de gabinete

O primeiro secretrio da Assembleia Legislativa, Joo Fernando Coutinho, confirmou que haver reajuste da verba destinada ao pagamento de funcionrios dos deputados estaduais, que vigorar a partir de junho, mas ainda no tem valor definido

Deputados aumentarão sua verba de gabinete
Deputados aumentarão sua verba de gabinete (Foto: Rinaldo Marques/ALEPE)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

PE247 - Na esteira das polêmicas envolvendo os reajustes salariais e os auxílios dos parlamentares pernambucanos, mais uma verba será incrementada a partir de junho deste ano. Encabeçado pelas críticas dos deputados com relação aos valores atuais dos repasses, dessa vez, os parlamentares da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) receberão um acréscimo - em quantia ainda não estabelecida - na verba destinada à remuneração dos funcionários lotados gabinetes.

Hoje, cada deputado pode admitir até 26 funcionários e recebe, por mês, uma quantia de R$ 56 mil para o repasse salarial aos comissionados. A confirmação do aumento da verba foi feita pelo deputado João Fernando Coutinho (PSB), primeiro secretário da Casa.

O valor do reajuste ainda não foi definido porque é preciso esperar o fechamento do primeiro quadrimestre, época de arrecadação do Estado, quando será possível avaliar a disponibilidade orçamentária da Alepe, visando o aumento salarial dos funcionários dos gabinetes.

A medida teria sido discutida em uma reunião fechada no início do mês de fevereiro, quando também foi previsto outro aumento - ainda não oficializado - envolvendo a conta dos deputados. Seria o reajuste na chamada verba indenizatória, destinada aos custos com o gabinete (paralela a verba de gabinete, responsável pelos salários dos empregados). Mais uma “medida de compensação” para as reinvindicações dos deputados insatisfeitos com o valor dos benefícios hoje concedidos.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email