Dilma sobre Lupi: “passado simplesmente passou”

Ministro do Trabalho disse que s deixaria a pasta abatido bala; a frase pegou mal, ele levou puxo de orelhas, e, agora, a presidente tenta espantar a crise

Dilma sobre Lupi: “passado simplesmente passou”
Dilma sobre Lupi: “passado simplesmente passou” (Foto: Valter Campanato/ABr)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

No melhor clima paz e amor, a presidenta Dilma Rousseff (PT) disse, nesta quarta-feira (10), que o “o passado simplesmente passou” ao ser perguntada sobre a declaração do ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi (PDT), de que só deixaria a pasta “abatido à bala”. De acordo com informações de bastidores, a petista deu um puxão de orelhas no pedetista, que, no entendimento do Palácio do Planalto, se excedeu no tom de sua defesa. O Ministério do Trabalho é alvo de denúncias de cobrança de propina a organizações não governamentais.

Para a presidente Dilma, o que está ocorrendo no Ministério do Trabalho não abala o seu governo. A petista garantiu que não há sinal de crise. “Que crise no Ministério do Trabalho”, indagou.

No último dia 8, o ministro Carlos Lupi deu uma entrevista coletiva em que afirmou que só sairia do ministério “abatido à bala”. Nesta quarta-feira, após o pedetista ter se reunido, no Palácio do Planalto, com a ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, o PDT divulgou uma nota negando que ele tenha desafiado Dilma.

“As declarações do ministro Carlos Lupi durante coletiva, na sede nacional do PDT, não foram de ameaça à presidente Dilma Rousseff ou a quem quer que seja, mas sim um desafio aos acusadores anônimos", informa a nota do partido.

Em entrevista ao 247, o deputado federal Paulo Rubem Santiago (PDT-PE) afirmou que se o ministro Lupi fosse demitido, o PDT deixaria o governo para assumir uma posição de independência. Posição que, no decorrer do dia, foi negada pelo comando do partido. 

Com informações da Agência Brasil

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email