Dilma vê povo reunido com tevê e “cervejinha” torcendo na Copa

Presidente não acredita que manifestações possam empanar clima de festa na Copa do Mundo; "Eu tenho absoluta certeza que o nosso povo vai fazer como sempre fez", disse Dilma Rousseff, em Poços de Caldas (MG); "Vai juntar a comunidade, comprar uma cervejinha, ligar a televisão e assistir a Copa torcendo para a nossa seleção"; estrangeiros serão bem recebidos; "Nós somos um país de gente generosa, alegre e gentil"

Presidente não acredita que manifestações possam empanar clima de festa na Copa do Mundo; "Eu tenho absoluta certeza que o nosso povo vai fazer como sempre fez", disse Dilma Rousseff, em Poços de Caldas (MG); "Vai juntar a comunidade, comprar uma cervejinha, ligar a televisão e assistir a Copa torcendo para a nossa seleção"; estrangeiros serão bem recebidos; "Nós somos um país de gente generosa, alegre e gentil"
Presidente não acredita que manifestações possam empanar clima de festa na Copa do Mundo; "Eu tenho absoluta certeza que o nosso povo vai fazer como sempre fez", disse Dilma Rousseff, em Poços de Caldas (MG); "Vai juntar a comunidade, comprar uma cervejinha, ligar a televisão e assistir a Copa torcendo para a nossa seleção"; estrangeiros serão bem recebidos; "Nós somos um país de gente generosa, alegre e gentil" (Foto: Sheila Lopes)

247 – Em nova visita a Minas Gerais, a presidente Dilma Rousseff tratou de demonstrar certeza de que o Brasil terá um clima de paz durante a Copa do Mundo. Ela garantiu que o Mundial transcorrerá sem incidentes, como sempre acontece a cada quatro anos.

- Eu tenho absoluta certeza que o nosso povo vai fazer como sempre fez, disse Dilma durante cerimônia de entrega de máquinas agrícolas, em Poços de Caldas. "Vai juntar os amigos, vai juntar a família, vai juntar a comunidade, comprar uma cervejinha, ligar a televisão e assistir à Copa torcendo para nossa seleção".

A presidente se dirigiu a alunos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) para defender o legado de obras do Mundial:

- Não temos do que nos envergonhar. Nós somos um país de gente generosa, alegre, calorosa, gentil. É isso que nós somos. E nós vamos mostrar isso para as pessoas.

Em Minas, Dilma está em situação de empate técnico com o senador Aécio Neves em algumas pesquisas. O pré-candidato do governo federal, ex-ministro Fernando Pimentel, lidera a disputa com o tucano Pimenta da Veiga.

Sem falar em política regional, Dilma preferiu defender as obras em torno da Copa:

- Pensem comigo, ninguém que visita o Brasil sai daqui e volta para seu país com estádio na mala, com aeroporto, com obras de mobilidade urbana, como o BRT e os metrôs, não. Sabem o que eles podem levar? A gratidão pela forma com que foram tratados no Brasil.

É isso que eles levam e vão levar na mala. O resto, fica para nós. O resto fica aqui nesse país e para beneficiar esse povo", concluiu.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247