Dólar sobe mais de 1% após prisões da Lava Jato

Moeda nortea-mericana abriu em alta de mais de 1% nesta quarta-feira, após a Polícia Federal prender o líder do governo no Senado, senador Delcídio Amaral (PT-MS), e o presidente do BTG Pactual, André Esteves, no âmbito da operação Lava Jato; mercado ainda aguarda novos desdobramentos 

Moeda nortea-mericana abriu em alta de mais de 1% nesta quarta-feira, após a Polícia Federal prender o líder do governo no Senado, senador Delcídio Amaral (PT-MS), e o presidente do BTG Pactual, André Esteves, no âmbito da operação Lava Jato; mercado ainda aguarda novos desdobramentos 
Moeda nortea-mericana abriu em alta de mais de 1% nesta quarta-feira, após a Polícia Federal prender o líder do governo no Senado, senador Delcídio Amaral (PT-MS), e o presidente do BTG Pactual, André Esteves, no âmbito da operação Lava Jato; mercado ainda aguarda novos desdobramentos  (Foto: Paulo Emílio)

Reuters - O dólar subia mais de 1 por cento em relação ao real no início dos negócios desta quarta-feira, após a Polícia Federal prender o líder do governo no Senado, senador Delcídio Amaral (PT-MS), e o presidente do BTG Pactual, André Esteves, no âmbito da operação Lava Jato.

Às 9:14, o dólar avançava 0,97 por cento, a 3,7400 reais na venda, após cair quase 1 por cento na sessão passada.

O Banco Central dará continuidade, pela manhã, à rolagem dos swaps cambiais que vencem em dezembro, com oferta de até 12.120 contratos, que equivalem a venda futura de dólares.

(Por Bruno Federowski)

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247