Doria gastou menor valor em ações contra chuvas desde 2013

Administração João Doria (PSDB0 utilizou apenas 56% da verba destinada a manutenção do sistema de enfrentamento aos problemas causados pelas chuvas como limpeza de bueiros, canaletas, piscinões e córregos; valor de R$ 84,2 milhões é o menor desde 2012; Doria também gastou somente 12% das verbas previstas no Orçamento deste ano para o controle de cheias; no ano passado, até o mês de outubro, a administração municipal havia gasto R$ 120,9 milhões. Os investimentos em 2017 só encontram equivalência em 20103, quando a prefeitura gastou R$ 78,9 milhões entre janeiro e outubro

Administração João Doria (PSDB0 utilizou apenas 56% da verba destinada a manutenção do sistema de enfrentamento aos problemas causados pelas chuvas como limpeza de bueiros, canaletas, piscinões e córregos; valor de R$ 84,2 milhões é o menor desde 2012; Doria também gastou somente 12% das verbas previstas no Orçamento deste ano para o controle de cheias; no ano passado, até o mês de outubro, a administração municipal havia gasto R$ 120,9 milhões. Os investimentos em 2017 só encontram equivalência em 20103, quando a prefeitura gastou R$ 78,9 milhões entre janeiro e outubro
Administração João Doria (PSDB0 utilizou apenas 56% da verba destinada a manutenção do sistema de enfrentamento aos problemas causados pelas chuvas como limpeza de bueiros, canaletas, piscinões e córregos; valor de R$ 84,2 milhões é o menor desde 2012; Doria também gastou somente 12% das verbas previstas no Orçamento deste ano para o controle de cheias; no ano passado, até o mês de outubro, a administração municipal havia gasto R$ 120,9 milhões. Os investimentos em 2017 só encontram equivalência em 20103, quando a prefeitura gastou R$ 78,9 milhões entre janeiro e outubro (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

SP 247 - A administração João Doria (PSDB0 utilizou apenas 56% da verba destinada a manutenção do sistema de enfrentamento aos problemas causados pelas chuvas como limpeza de bueiros, canaletas, piscinões e córregos. O valor de R$ 84,2 milhões é o menor desde 2012. Doria também gastos somente 12% das verbas previstas no Orçamento deste ano para o controle de cheias. Segundo a prefeitura, as obras e serviços são executados conforme a necessidade de cada uma das 32 prefeituras regionais.

De acordo com o jornal O Estado de São Paulo, no ano passado, até o mês de outubro, a administração municipal havia gasto R$ 120,9 milhões. Os investimentos em 2017 só encontram equivalência em 20103, quando a prefeitura gastou R$ 78,9 milhões entre janeiro e outubro.

Em nota, a gestão Doria afirma que realizou por meio de limpeza manual 1,4 mil quilômetros de córregos, além de 77 mil metros com máquinas. A administração, porém, não informou a extensão total dos córregos que cortam a capital paulista.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247