Doria radicaliza e diz que pichadores terão que mudar de cidade

"Outros sucumbiram, não resistiram à pressão, eu resisto. Lugar de pichador, destruidor é na prisão", disse o prefeito de São Paulo, que declarou guerra aos pichadores e grafiteiros da cidade; João Doria disse nesta terça que pichador é diferente de grafiteiro ou muralista, que merecem proteção e respeito; "Os pichadores vão ter um enfrentamento por quatro anos. Eu já disse, ou eles mudam de ocupação, viram grafiteiros, como o Kobra, os Gêmeos, ou mudam de cidade", afirmou

"Outros sucumbiram, não resistiram à pressão, eu resisto. Lugar de pichador, destruidor é na prisão", disse o prefeito de São Paulo, que declarou guerra aos pichadores e grafiteiros da cidade; João Doria disse nesta terça que pichador é diferente de grafiteiro ou muralista, que merecem proteção e respeito; "Os pichadores vão ter um enfrentamento por quatro anos. Eu já disse, ou eles mudam de ocupação, viram grafiteiros, como o Kobra, os Gêmeos, ou mudam de cidade", afirmou
"Outros sucumbiram, não resistiram à pressão, eu resisto. Lugar de pichador, destruidor é na prisão", disse o prefeito de São Paulo, que declarou guerra aos pichadores e grafiteiros da cidade; João Doria disse nesta terça que pichador é diferente de grafiteiro ou muralista, que merecem proteção e respeito; "Os pichadores vão ter um enfrentamento por quatro anos. Eu já disse, ou eles mudam de ocupação, viram grafiteiros, como o Kobra, os Gêmeos, ou mudam de cidade", afirmou (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

SP 247 - O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), radicalizou seu discurso nesta terça-feira 31 e disse que pichadores terão que mudar de ocupação ou de cidade.

"Outros sucumbiram, não resistiram à pressão, eu resisto. Lugar de pichador, destruidor é na prisão", afirmou o tucano, que declarou guerra aos pichadores e grafiteiros da cidade.

Doria disse ainda que pichador é diferente de grafiteiro ou muralista, que merecem proteção e respeito, apesar de ter apagado diversos grafites na cidade, como nos muros da Avenida 23 de Maio.

"Os pichadores vão ter um enfrentamento por quatro anos. Eu já disse, ou eles mudam de ocupação, viram grafiteiros, como o Kobra, os Gêmeos, ou mudam de cidade", prometeu.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247