Dossiê e desrespeito a laudo de segurança colocam Pré-Caju em xeque

Os promotores Daniel Carneiro, Renê Erba e Jarbas Adelino Júnior estão analisando as duas questões; e por isto, o Fórum em Defesa da Grande Aracaju entregou aos representantes do MPE um dossiê com informações diversas sobre a prévia; compõem o documento desde notícias de jornais, sites e blogs de outros Estados, tratando sobre a mudança de local de micaretas semelhantes, até uma lista dos recursos federais conveniados com a Associação Sergipana de Blocos e Trios, que totalizaram até 2010 mais de R$ 5,7 milhões; há ainda a denúncia que os organizadores da festa ignoraram o laudo do Corpo de Bombeiros que apontava falhas estruturais e risco aos foliões

Dossiê e desrespeito a laudo de segurança colocam Pré-Caju em xeque
Dossiê e desrespeito a laudo de segurança colocam Pré-Caju em xeque
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Valter Lima, do Sergipe 247 – Denominada a maior prévia carnavalesca do país, o Pré-Caju está hoje dentro de duas grandes polêmicas. A primeira é a da mudança de local para a sua realização (o tema já está nas mãos do Ministério Público Estadual e irá, na próxima semana, também para o MP Federal). A segunda é a de que as últimas cinco edições da festa ocorreram em condições irregulares (o laudo do Corpo de Bombeiros teria atestado problemas na estrutura e ainda assim foi ignorado repetidamente).

Os promotores Daniel Carneiro, Renê Erba e Jarbas Adelino Júnior estão analisando as duas questões. E por isto, o Fórum em Defesa da Grande Aracaju entregou aos três representantes do MPE um dossiê com informações diversas sobre a prévia. Compõem o documento desde notícias de jornais, sites e blogs de outros Estados, tratando sobre a mudança de local de micaretas semelhantes, até uma lista dos recursos federais conveniados com a Associação Sergipana de Blocos e Trios, que totalizaram até 2010 mais de R$ 5,7 milhões. É por isto que o MPF também entrará na discussão. Até o dia 8 de abril, a nova versão do dossiê chegará aos procuradores.

Por isso é provável que a versão 2014 da festa tenha que passar por profundas transformações: tenha que mudar de local, saindo da Avenida Beira-Mar para outro ponto da cidade (esta é a principal reivindicação do Fórum), mas também tenha que ser totalmente repensada, já que é extremamente grave a divulgação da informação de que laudos do Corpo de Bombeiros nos últimos cinco anos, que mostraram irregularidades na festa, foram ignorados, o que colocou em risco a segurança dos milhares de foliões que participaram da prévia.

Mas não sem enfrentar resistência. Na semana passada, um dia após o deputado estadual Capitão Samuel (PSL) tornar pública a notícia do desrespeito ao laudo do Corpo de Bombeiros, alguns outros parlamentares iniciaram a defesa da importância da festa para Aracaju – para o Estado. Realmente, não é balela. A prévia movimenta a economia, gera renda e atrai turistas. Mas também não dá para ignorar o peso da gravidade da denúncia. E agora, com o MPE e o MPF analisando o caso, a Justiça é quem dirá como deverão ser as novas edições do Pré-Caju.

Neste ano, a festa enfrentou problemas com patrocínios. Foram em menor número. Com uma agenda persistente negativa ao longo dos próximos meses, a situação poderá piorar. No próximo dia 16, a Câmara de Vereadores de Aracaju realizará audiência pública para discutir a festa e seus problemas. Em junho, será a vez da Universidade Federal de Sergipe debater o tema. Além disso, logo se pronunciarão os dois MPs sobre o dossiê. E provavelmente acionarão a Justiça. Da posição que for dada pelos magistrados é que se terá um parâmetro das consequências que sofrerá o Pré-Caju e qual será o seu futuro.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email