Edvaldo: "luta interna na base é maior do que contra adversários"

Ex-prefeito afirma que até o momento "ninguém conseguiu unificar o grupo liderado por Marcelo Déda"; "estamos dispersos", avalia; segundo ele, o lema do grupo parece que é “farinha pouca, meu feijão primeiro”; "está faltando espírito coletivo", completa

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ex-prefeito Edvaldo Nogueira (PC do B) avalia que o quadro de alianças da base que dá sustentação ao Governo do Estado ainda não conseguiu se unificar com vistas ao pleito de 2014. "Estamos dispersos. A luta interna é maior do que contra os adversários. O lema do grupo parece que é farinha pouca, meu feijão primeiro", disse, em entrevista ao jornalista Diógenes Brayner. Edvaldo ressalta que não concorda com esse clima de discórdia e ânsia e pede que aliados tenham mais espírito coletivo.

Leia notas na íntegra (publicadas na coluna Plenário, no Correio de Sergipe e no Faxaju, nesta quinta-feira):

CONFUSO

O ex-prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) admitiu ontem que o quadro na aliança é muito confuso: “até agora ninguém conseguiu unificar o grupo liderado por Déda”.

- Estamos dispersos, disse.

INTERNA

Para Edvaldo Nogueira existe uma luta surda internamente: ora se expressa de forma clara e ora se transforma em fogo de monturo”.

- Isso tem reflexo em todos os setores do grupo, admite.

PISANDO

O ex-prefeito Edvaldo Nogueira sente que a maioria dos membros da aliança está querendo se habilitar politicamente, mesmo pisando em aliados.

- A luta interna é maior do que contra os adversários.

DISCORDA

Edvaldo Nogueira vai mais adiante ao dizer que não concorda com esse clima de discórdia e ânsia. O lema do grupo parece que é “farinha pouca, meu feijão primeiro”.

Está faltando espírito coletivo...

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email