Em Goiânia, protesto apoiado por Caiado também fracassa

Manifestação contra a presidente Dilma Rousseff (PT), organizada pelo Movimento Brasil Livre, em Goiânia foi um fracasso em termos de público; por volta de 15h, pouco mais de 300 pessoas acompanhavam um carro de som na Praça Tamandaré, no Setor Oeste; em Goiânia, o MBL é coordenado pelo médico Silvio Fernandes, do DEM e afilhado político do senador Ronaldo Caiado, que não foi ao protesto mais uma vez

Manifestação contra a presidente Dilma Rousseff (PT), organizada pelo Movimento Brasil Livre, em Goiânia foi um fracasso em termos de público; por volta de 15h, pouco mais de 300 pessoas acompanhavam um carro de som na Praça Tamandaré, no Setor Oeste; em Goiânia, o MBL é coordenado pelo médico Silvio Fernandes, do DEM e afilhado político do senador Ronaldo Caiado, que não foi ao protesto mais uma vez
Manifestação contra a presidente Dilma Rousseff (PT), organizada pelo Movimento Brasil Livre, em Goiânia foi um fracasso em termos de público; por volta de 15h, pouco mais de 300 pessoas acompanhavam um carro de som na Praça Tamandaré, no Setor Oeste; em Goiânia, o MBL é coordenado pelo médico Silvio Fernandes, do DEM e afilhado político do senador Ronaldo Caiado, que não foi ao protesto mais uma vez (Foto: José Barbacena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Goiás 247 - O protesto contra a presidente Dilma Rousseff (PT), organizado pelo Movimento Brasil Livre - Goiás, em Goiânia foi um fracasso em termos de público. Por volta de 15h, pouco mais de 300 pessoas acompanhavam um carro de som na Praça Tamandaré, no Setor Oeste.

No começo da concentração, o número de policiais escalados, 180, para cobrir o protesto era maior que o de manifestantes. Em Goiânia, o MBL é coordenado pelo médico Silvio Fernandes, do DEM e afilhado político do senador Ronaldo Caiado.

O parlamentar mais uma vez não deu as caras no protesto em Goiânia. Apenas se limitou a postar fotos no Twitter de manifestações realizadas outras capitais.

No auge do protestos, o público em Goiânia chegou a ser de 60 mil pessoas.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email