Em grave crise financeira, USP escolhe novo reitor nesta segunda

Universidade de São Paulo (USP), que tem 88 mil alunos e responde por 22% da produção científica do Brasil, escolhe o seu novo reitor nesta segunda-feira, 30; são quatro chapas: do atual vice-reitor, Vahan Agopyan, dos oposicionistas Maria Arminda Nascimento Arruda e Ildo Sauer, e Ricardo Terra, que se posiciona alinhado à atual gestão; dos 2.097 eleitores habilitados, por fazerem parte dos órgãos centrais da instituição, como o conselho universitário, 85% são professores; eles devem, portanto, definir a eleição

Universidade de São Paulo (USP), que tem 88 mil alunos e responde por 22% da produção científica do Brasil, escolhe o seu novo reitor nesta segunda-feira, 30; são quatro chapas: do atual vice-reitor, Vahan Agopyan, dos oposicionistas Maria Arminda Nascimento Arruda e Ildo Sauer, e Ricardo Terra, que se posiciona alinhado à atual gestão; dos 2.097 eleitores habilitados, por fazerem parte dos órgãos centrais da instituição, como o conselho universitário, 85% são professores; eles devem, portanto, definir a eleição
Universidade de São Paulo (USP), que tem 88 mil alunos e responde por 22% da produção científica do Brasil, escolhe o seu novo reitor nesta segunda-feira, 30; são quatro chapas: do atual vice-reitor, Vahan Agopyan, dos oposicionistas Maria Arminda Nascimento Arruda e Ildo Sauer, e Ricardo Terra, que se posiciona alinhado à atual gestão; dos 2.097 eleitores habilitados, por fazerem parte dos órgãos centrais da instituição, como o conselho universitário, 85% são professores; eles devem, portanto, definir a eleição (Foto: Aquiles Lins)

SP 247 - A Universidade de São Paulo (USP), que tem 88 mil alunos e responde por 22% da produção científica do Brasil, escolhe o seu novo reitor nesta segunda-feira, 30.

São quatro chapas. Dos 2.097 eleitores habilitados, por fazerem parte dos órgãos centrais da instituição, como o conselho universitário, 85% são professores. Eles devem, portanto, definir a eleição.

Apesar de indicar a divisão na universidade, a consulta não tem validade. A votação que vale ocorre na segunda. Após o resultado, uma lista tríplice é encaminhada ao governador Geraldo Alckmin (PSDB), que escolhe uma.

No último dia 23, uma consulta interna com docentes, funcionários técnicos e alunos expôs a divisão. A chapa liderada pelo atual vice-reitor, Vahan Agopyan, representa uma continuidade natural da atual gestão, do reitor Marco Antonio Zago, e recebeu o maior volume de votos entre os professores.

Ao mesmo tempo, duas candidaturas de oposição (dos docentes Maria Arminda Nascimento Arruda e Ildo Sauer) somam, juntas, a maioria da preferência entre todos os professores que votaram. O professor Ricardo Terra, que encabeça a quarta chapa, se posiciona também alinhado à atual gestão e teve a menor votação.

O orçamento é de cerca de R$ 5 bilhões anuais, oriundos de uma parcela fixa de 5% do ICMS a cada ano. Com gastos de folha de pagamento superando os repasses estaduais, a USP passou a consumir recursos de uma reserva que havia sido acumulada em anos anteriores. Essa poupança somava, em 2013, cerca de R$ 3 bilhões. A estimativa é que, até dezembro deste ano, essa reserva será de só R$ 96 milhões. O comprometimento atual com salários é de 98%.

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247