Em quatro anos, prefeitura sobe arrecadação em mais de 60%

A Prefeitura de Palmas ampliou de forma significativa a arrecadação tributária, que fechou 2013 com 89,9 milhões e, em 2017, subiu para R$ 146,7 milhões, o que representa um aumento de 63,2%; os impostos municipais são o Imposto Sobre Serviços (ISS) e Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e o Imposto de Transmissão de Bens Imóveis.

A Prefeitura de Palmas ampliou de forma significativa a arrecadação tributária, que fechou 2013 com 89,9 milhões e, em 2017, subiu para R$ 146,7 milhões, o que representa um aumento de 63,2%; os impostos municipais são o Imposto Sobre Serviços (ISS) e Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e o Imposto de Transmissão de Bens Imóveis.
A Prefeitura de Palmas ampliou de forma significativa a arrecadação tributária, que fechou 2013 com 89,9 milhões e, em 2017, subiu para R$ 146,7 milhões, o que representa um aumento de 63,2%; os impostos municipais são o Imposto Sobre Serviços (ISS) e Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e o Imposto de Transmissão de Bens Imóveis. (Foto: Leonardo Lucena)

Tocantins 247 - A Prefeitura de Palmas ampliou de forma significativa a arrecadação tributária, que fechou 2013 com 89,9 milhões e, em 2017, subiu para R$ 146,7 milhões, o que representa um aumento de 63,2%. Os impostos municipais são o Imposto Sobre Serviços (ISS) e Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e o Imposto de Transmissão de Bens Imóveis.

Os valores não ultrapassam 18% do total da Receita Corrente Líquida (RCL), recursos recebidos pela prefeitura. Vale ressaltar que a maior parte da RCL é do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), transferências constitucionais para saúde e educação, e o que é arrecadado pelo governo estadual (ICMS e IPVA).

O ISS representa a maior parte dos impostos de Palmas. De 2013 a 2016 foram arrecadados R$ 304,7 milhões, uma média de R$ 76 milhões. O IPTU somou R$ 164,6 milhões no período, e o ITBI, R$ 55,2 milhões.

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247