Emparedado pela violência, Alckmin libera mais PMs

Governador de São Paulo prepara para os próximos dias um pacote de medidas contra criminalidade que incluirá a criação de cargos na polícia e a redução do tempo de formação de policiais, de quatro para três anos; o aumento de homicídios no Estado e na capital se repete há oito meses seguidos - latrocínios  tiveram expansão de 24,7% no primeiro trimestre deste ano

Emparedado pela violência, Alckmin libera mais PMs
Emparedado pela violência, Alckmin libera mais PMs

247 – Severamente criticado pelo agravamento na crise da segurança em São Paulo, o governador Geraldo Alckmin prepara para os próximos dias um pacote de medidas que incluirá a criação de cargos na polícia e a redução do tempo de formação de PMs, de quatro para três anos, para acelerar a ida deles para as ruas.

O objetivo é dar uma resposta à opinião pública devido ao aumento da criminalidade, além de atenuar as críticas previstas no próximo ano de eleições, segundo publicação da Folha. 

De acordo com o governador, serão 2,4 mil soldados a mais na Polícia Militar e 134 delegados, que em uma semana já saem da Acadepol [Academia de Polícia] e assumem seus distritos policiais.

O Estado também divulgou um reforço de policiamento noturno desde ontem na região metropolitana de São Paulo, com a utilização de equipes administrativas de 50 batalhões para atuar em blitz e bloqueios.

O aumento de homicídios no Estado e na capital se repete há oito meses seguidos. Os latrocínios (roubos seguidos de morte) tiveram expansão de 24,7% no primeiro trimestre deste ano em relação ao mesmo período de 2012.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247