“Essa medalha cala a boca dele”, dispara boxeadora

Declaração da medalhista olímpica baiana Adriana Araújo é contra o presidente da Confederação Brasileira de Boxe, Mauro Silva; ela conquistou o bronze nas Olimpíadas de Londres nesta quarta e aproveitou para acusar o dirigente: "Eu fui humilhada por ele"

“Essa medalha cala a boca dele”, dispara boxeadora
“Essa medalha cala a boca dele”, dispara boxeadora (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Bahia 247 com Ibahia

Comemoração e desabafo. A pugilista baiana Adriana Araújo aproveitou o momento de destaque após aconquista da medalha de bronze nos Jogos Olímpicos, nesta quarta-feira (8), para rebater críticas. Ela mandou um recado direcionado ao presidente da Confederação Brasileira de Boxe (CBBoxe), Mauro Silva, e valorizou a conquista.

"O presidente da Confederação despreza o boxe feminino e masculino. Eu fui humilhada por ele, ele falou que eu não tinha condições de me classificar. E essa medalha cala a boca dele. O povo não sabe das coisas que acontecem. Eu não caí de paraquedas aqui", disse a boxeadora.

Adriana também reclamou do fato de não ter tido permissão de trabalhar com o seu treinador, Luiz Dórea, hoje um dos principais técnicos da modalidade no mundo. "A gente tem que suportar esta política. Eu gostaria de treinar com meu técnico, Luiz Dórea, mas não podemos, temos de ficar em São Paulo para lutar pela seleção. Muitos ficam até com depressão lá", bradou a baiana.

Técnico comemora

Também baiano, Dórea comemorou o bronze de Adriana. Em entrevista ao globoesporte.com, acompanhou a atleta e criticou o presidente da CBBoxe. "Estou muito triste com esse rapaz. É um ditador, não respeita o esporte. Caiu de paraquedas, por indicação, e não tem nenhum respeito por nossos atletas. Ele é um cara frustrado, não é merecedor de ser presidente. A Adriana passou por muitas dificuldades, por humilhação, precisa de ajuda de recursos da Confederação. Ele ameaçava, dava punição a quem vinha treinar na Bahia. Nós engolimos as humilhações várias vezes, mas apesar de todas essas dificuldades, conseguimos essa medalha. Esse bronze vale ouro. Graças a Deus, para o bem do boxe, que venha logo a próxima eleição".

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email