Estado homologa situação de emergência de quatro municípios

O governo do Estado publicou na edição desta quinta-feira do Diário Oficial a homologação dos decretos municipais de Vitória da Conquista, Andaraí, Mairi e Caetité, que declararam situação de emergência, pelo prazo de 180 dias, nas áreas comprovadamente afetadas pela estiagem prolongada, causando danos às atividades econômicas e à população; atualmente 146 municípios estão em situação de emergência na Bahia, devido à estiagem que prejudica mais de 1,6 milhão de pessoas

O governo do Estado publicou na edição desta quinta-feira do Diário Oficial a homologação dos decretos municipais de Vitória da Conquista, Andaraí, Mairi e Caetité, que declararam situação de emergência, pelo prazo de 180 dias, nas áreas comprovadamente afetadas pela estiagem prolongada, causando danos às atividades econômicas e à população; atualmente 146 municípios estão em situação de emergência na Bahia, devido à estiagem que prejudica mais de 1,6 milhão de pessoas
O governo do Estado publicou na edição desta quinta-feira do Diário Oficial a homologação dos decretos municipais de Vitória da Conquista, Andaraí, Mairi e Caetité, que declararam situação de emergência, pelo prazo de 180 dias, nas áreas comprovadamente afetadas pela estiagem prolongada, causando danos às atividades econômicas e à população; atualmente 146 municípios estão em situação de emergência na Bahia, devido à estiagem que prejudica mais de 1,6 milhão de pessoas (Foto: Romulo Faro)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Bahia 247 - O governo do Estado publicou na edição desta quinta-feira (28) do Diário Oficial a homologação dos decretos municipais de Vitória da Conquista, Andaraí, Mairi e Caetité, que declararam situação de emergência, pelo prazo de 180 dias, nas áreas comprovadamente afetadas pela estiagem prolongada, causando danos às atividades econômicas e à população.

No decreto, que também tem por base as informações prestadas pela Superintendência de Proteção e Defesa Civil (Sudec), vinculada à Casa Civil, o governo afirma que compete ao Estado preservar o bem-estar da população e, nesse sentido, adotar as medidas necessárias. Atualmente 146 municípios estão em situação de emergência, na Bahia, devido à estiagem que prejudica mais de 1,6 milhão de pessoas.

Em Vitória da Conquista, no sudoeste baiano, o prefeito Guilherme Menezes se reuniu com os técnicos da Defesa Civil para traçar as ações emergenciais. Em seguida, eles visitaram as áreas rurais para verificar a situação 'in loco' dos pequenos lavradores. Em Mairi, no centro norte do estado, Caetité e Andaraí (centro sul), as lavouras também foram comprometidas pela escassez da chuva.

As equipes técnicas da Sudec seguem acompanhando a situação dos municípios atingidos pela estiagem. Quinze foram visitados e os que manifestaram a necessidade de decretar situação de emergência recebem orientações para o levantamento das famílias prejudicas pela falta de chuva, avaliação dos danos e prejuízos e sobre o preenchimento da documentação.

Apenas os municípios com decretos reconhecidos pela União, e ou homologados pelo Estado, podem ter acesso aos recursos emergenciais federais ou estaduais, como o recebimento da bolsa estiagem ou garantia safra, perfuração e recuperação de poços, construção de cisternas, linha de crédito, inclusão na Operação Carro-Pipa, executada pelo governo federal, através do exército brasileiro, e pelo Estado, por meio da Sudec, em parceria com as prefeituras, entre outras ações.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email