Eunício confirma votação da meta fiscal para amanhã

Em entrevista concedida nesta segunda (4), o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), confirmou que está marcada para amanhã (5) uma nova sessão do Congresso para concluir a análise da revisão da meta fiscal. Eunício disse ainda que, apesar da semana curta, a agenda será intensa. “Além da discussão da revisão da meta fiscal, espero que a Câmara conclua a reforma política. Nós temos que concluir este debate, uma vez que o Senado já fez o dever de casa e encaminhou a Proposta da Emenda à Constituição (PEC) à Câmara dos Deputados”

Em entrevista concedida nesta segunda (4), o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), confirmou que está marcada para amanhã (5) uma nova sessão do Congresso para concluir a análise da revisão da meta fiscal. Eunício disse ainda que, apesar da semana curta, a agenda será intensa. “Além da discussão da revisão da meta fiscal, espero que a Câmara conclua a reforma política. Nós temos que concluir este debate, uma vez que o Senado já fez o dever de casa e encaminhou a Proposta da Emenda à Constituição (PEC) à Câmara dos Deputados”
Em entrevista concedida nesta segunda (4), o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), confirmou que está marcada para amanhã (5) uma nova sessão do Congresso para concluir a análise da revisão da meta fiscal. Eunício disse ainda que, apesar da semana curta, a agenda será intensa. “Além da discussão da revisão da meta fiscal, espero que a Câmara conclua a reforma política. Nós temos que concluir este debate, uma vez que o Senado já fez o dever de casa e encaminhou a Proposta da Emenda à Constituição (PEC) à Câmara dos Deputados” (Foto: Rodrigo Rocha)

Agência Senado - O presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), concedeu entrevista nesta segunda-feira (4) e falou da expectativa das votações desta semana. Eunício confirmou que está marcada para as 19 horas de amanhã (5) uma nova sessão do Congresso Nacional para concluir a análise da revisão da meta fiscal.

Segundo Eunício, após 24 horas de discussão, em duas sessões do Congresso Nacional, foi possível encerrar as votações dos vetos presidenciais e iniciar a análise da revisão da meta fiscal enviada pelo governo federal.

“Para que a área econômica do governo não aumentasse a carga tributária no Brasil, foi necessário fazermos o esforço de discutirmos, analisarmos e aprovarmos a nova meta fiscal do governo”, explicou Eunício. “Eu já deixei marcado para essa semana uma nova Sessão do Congresso Nacional para que pudéssemos deliberar sobre os dois últimos destaques. Podem me acusar de qualquer coisa, menos de não ser um democrata”.

O presidente do Senado salientou que durante a sessão do Congresso garantiu a discussão e a defesa de posicionamento, tanto dos que concordavam, quanto pelos que desaprovavam a revisão da meta fiscal. “Todos os destaques foram discutidos e aprovados nominalmente”, destacou Eunício.

Segundo o presidente do Senado, apesar da semana curta há uma pauta intensa. “Além da discussão da revisão da meta fiscal, espero que a Câmara conclua a reforma política. Nós temos que concluir este debate, uma vez que o Senado já fez o dever de casa e encaminhou a Proposta da Emenda à Constituição (PEC) à Câmara dos Deputados. Esta matéria resolve cerca de 80% das pendências que temos com relação ao tema, que é o estabelecimento do fim das cláusulas de barreira; o fim das coligações proporcionais e a instalação do voto distrital misto no Brasil”, finalizou Eunício.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247