Famílias retiradas de edifício acampam em terreno

Após decisão judicial para reintegração de posse ao INSS do Edifício Palmares, no Centro de Maceió, dezenas de famílias acamparam em um terreno no Benedito Bentes II; as famílias aguardam, agora, a entrega oficial das casas do Residencial Parque dos Caetés, também situado no Complexo Benedito Bentes; parte dos imóveis será entregue em dezembro deste ano

Após decisão judicial para reintegração de posse ao INSS do Edifício Palmares, no Centro de Maceió, dezenas de famílias acamparam em um terreno no Benedito Bentes II; as famílias aguardam, agora, a entrega oficial das casas do Residencial Parque dos Caetés, também situado no Complexo Benedito Bentes; parte dos imóveis será entregue em dezembro deste ano
Após decisão judicial para reintegração de posse ao INSS do Edifício Palmares, no Centro de Maceió, dezenas de famílias acamparam em um terreno no Benedito Bentes II; as famílias aguardam, agora, a entrega oficial das casas do Residencial Parque dos Caetés, também situado no Complexo Benedito Bentes; parte dos imóveis será entregue em dezembro deste ano (Foto: Voney Malta)

Alagoas247 - Dezenas de famílias retiradas do Edifício Palmares, no centro de Maceió, após decisão judicial para reintegração de posse ao INSS, acamparam, nesta segunda-feira (23), em um terreno em frente ao Residencial José Aprígio Vilela, no Benedito Bentes II. Elas aguardam a entrega do Residencial Parque dos Caetés, prevista para dezembro, pelo Município. 

De acordo com a Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), o órgão foi acionado pela Justiça para dar o apoio às famílias que precisassem se deslocar para abrigos. Porém, o Gerenciamento de Crises da Polícia Militar informou que, após uma reunião entre os membros do Movimento Via do Trabalho (MVT) e o Gabinete Civil do Governo de Alagoas, as famílias foram autorizadas a ocupar o terreno na parte alta. 

“Fomos ao terreno, conversamos com as famílias, e elas preferiram permanecer naquele espaço. Algumas foram para a casa de parentes, mas a maioria se encontra acampada, à espera das casas”, informou a assessoria da Semas. 

As famílias aguardam, agora, a entrega oficial das casas do Residencial Parque dos Caetés, também situado no Complexo Benedito Bentes. O Município informou, ainda, que parte dos imóveis será entregue em dezembro deste ano.

Operação

A Polícia Militar (PM) iniciou, na madrugada desse domingo (22), a ação de reintegração de posse do Edifício Humberto Santa Cruz, antiga sede do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), localizado na Praça dos Palmares, no centro de Maceió. 

A decisão judicial de despejo foi proferida pelo juiz federal da 5ª Vara, José Donato de Araújo Neto. O imóvel está ocupado por famílias despejadas de um terreno particular no conjunto Jardim Petrópolis, no bairro da Santa Lúcia, desde julho de 2013. 

O prazo da Justiça para que os moradores deixassem o Edifício Humberto Santa Cruz expirou em setembro deste ano. Segundo o coordenador estadual do MVT, Marcos Antônio da Silva, o "Marrom", havia uma negociação com a Secretaria Municipal de Infraestrutura e Urbanização (Seminfra) para se estender o prazo até a entrega das casas do residencial.

Leilão

O Edifício Palmares será levado a leilão pelo INSS no próximo dia 10, às 10h. O arremate ocorrerá na sede da Gerência Executiva Maceió, situada à Rua Engenheiro Roberto Gonçalves de Menezes, nº 149, sala 901, no centro de Maceió.

O edifício tem 8.615 m², e o valor avaliado da venda é de R$ 5,43 milhões, podendo ser adquirido à vista ou a prazo. Já houve uma tentativa de leilão da propriedade no dia 28 de julho deste ano, mas, por ter sido depredado em junho, nenhum interessado se apresentou pelo preço ofertado à época. 

Com isso, o INSS pediu à Caixa Econômica Federal (CEF) que reavaliasse o prédio, antes de uma nova tentativa. No 1º leilão, o preço mínimo da venda à vista era de R$ 8,9 milhões.

Com gazetaweb.com

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247