Felipão agradece na vitória contra a Sérvia: "Torcida nos apoiou integralmente"

Um a zero contra a Sérvia, no Morumbi, leva Seleção Brasileira a nove vitórias consecutivas; jogo transcorreu em clima de normalidade, apesar de atrasos na chegada do público ao estádio; camisa 9 Fred calou início de vaias ao marcar, aos 13 minutos do segundo tempo, o único gol do Brasil contra a Croácia; 67 mil lugares ocupados; arrecadação recorde de R$ 8,7 milhões; "Temos de agradecer ao torcedor, que nos deu apoio integral", disse o técnico Felipão; "Temos um ótimo cartão de visitas para o jogo contra a Croácia"

Um a zero contra a Sérvia, no Morumbi, leva Seleção Brasileira a nove vitórias consecutivas; jogo transcorreu em clima de normalidade, apesar de atrasos na chegada do público ao estádio; camisa 9 Fred calou início de vaias ao marcar, aos 13 minutos do segundo tempo, o único gol do Brasil contra a Croácia; 67 mil lugares ocupados; arrecadação recorde de R$ 8,7 milhões; "Temos de agradecer ao torcedor, que nos deu apoio integral", disse o técnico Felipão; "Temos um ótimo cartão de visitas para o jogo contra a Croácia"
Um a zero contra a Sérvia, no Morumbi, leva Seleção Brasileira a nove vitórias consecutivas; jogo transcorreu em clima de normalidade, apesar de atrasos na chegada do público ao estádio; camisa 9 Fred calou início de vaias ao marcar, aos 13 minutos do segundo tempo, o único gol do Brasil contra a Croácia; 67 mil lugares ocupados; arrecadação recorde de R$ 8,7 milhões; "Temos de agradecer ao torcedor, que nos deu apoio integral", disse o técnico Felipão; "Temos um ótimo cartão de visitas para o jogo contra a Croácia" (Foto: Ana Pupulin)

247 - Em clima de normalidade, a Seleção Brasileira venceu jogo amistoso contra a Sérvia, por 1 a 0, no estádio do Morumbi, em São Paulo. Os reflexos da greve dos metroviários e a interrupção de parte da avenida Paulista por um protesto fizeram com que a partida começasse sem a lotação completa do estádio. O trânsito esteve caótico. Mas já na metade do primeiro tempo praticamente todos os 67 mil lugares estavam ocupados. A arrecadação foi de R$ 8,7 milhões. A torcida prestigiou a equipe, que completou nove vitórias consecutivas. Fred, centroavante do Fluminense, marcou aos 13 minutos do segundo tempo.

Abaixo, notícia anterior:

247 - A Seleção Brasileira está em campo. No estádio do Morumbi, em São Paulo, contra a Sérvia, a equipe faz o último amistoso em clima inicial de tranquilidade. Todos os 67 mil ingressos foram vendidos, com uma arrecadação recorde de R$ 9 milhões, mas o estádio não estava lotado quando a partida começou, às 16h00. Nitidamente, a greve dos metroviários, uma manifestação que fechou duas pistas da avenida Paulista e o caos no trânsito paulistano, além da chuva fina, atrapalharam o acesso do público. Uma articulação política que passou pelo Palácio do Planalto impediu uma manifestação dos sem teto do MSTS, que prometiam isolar o estádio. Não houve nenhum vestígio de manifestação num Morumbi com forte esquema policial.

Brasil em campo:

GOL! - Aos 13' do segundo tempo, Fred mata no peito, entre dois zagueiros, dentro da área, lançamento de Thiago Silva. Sofre falta, mas, mesmo caído, marca o gol do Brasil. Comemoração é com a mão em concha no ouvido. Dois minutos antes a torcida gritara o nome de Luís Fabiano, centroavante que não foi convocado por Felipão. O técnico sai do banco e olha para a torcida.

19' - Felipão tira Paulinho e coloca Fernandinho. Brasil ganha espaço após o gol. 

23' - Neymar dribla em série, tabela com William, que tem o apoio de Fernandinho. Ele chuta, mas zagueiro tira. Equipe joga melhor. Sérvia se encolhe. Thiago Silva rouba bola na lateral direita do meio-campo e arranca aplausos. Brasil toca a bola, Neymar tenta jogadas da esquerda para a direita com chute a gol.

24' - Replay do gol de Fred, com imagem colocada detrás do gol. Foi mesmo um golaço, recompensando parte da aposta de Felipão, que esperou o jogador se recuperar de contusão.

25' - Zodich sobe para cabecear nas costas de Marcelo e a bola bate na trave esquerda de Julio Cesar, que ficou parado, fazendo golpe de vista, no meio do gol.

26' - Daniel Alves, que estava jogando mal, é trocado por Michel. 

27' - Marcovich dribla zagueiros brasileiros, entra na área e bate cruzado, mas fraco, para boa defesa de Julio Cesar;

28' - Neymar enfia boa bola para Hulk, que vai sozinho para o gol, mas bandeira, erradamente, dá impedimento;

29' - Fred é trocado por Jô. Sai aplaudido e agradece a torcida. Antes, Felipão tirou Marcelo e colocou Maxwell. Técnico tentar tirar máximo proveito do amistoso após o 1 a 0. Sérvia não está morta, mas Brasil melhorou. A ver após mudanças.

35' - Sai Neymar, entra Bernard, do Atlético Mineiro. 

38' - Jogo fica mais morno. Felipão, de pé ao lado do campo, orienta o time. Ele vai completando nove partidas seguidas com vitória. 

40' - Brasil toca bola na defesa. Torcida não gosta. Bernard resolve arriscar, faz jogada com Michel na linha de fundo e Brasil ganha falta para bola ser cruzada na área.

43' - Bom ataque da Sérvia, que ganha escanteio depois de Michel salvar. Bola cruzada e cabeçada por cima do gol de Julio Cesar. Leve susto. 

45' - Jogo vai acabando com Brasil trocando bola. Sérvia cansou. Michel enfia bola para Jô dentro da área, que ganha escanteio para o Brasil. Na arrancada, Michel sai mancando. Mas a bola vai para ele. Cruza para Jô que dá ótima cabeçada, mas goleiro defende. Escanteio. Bola recuada.

47' - Hulk dá arrancada, mas é barrado por zagueiro na entrada da área;

48' - Fim de jogo. Jogadores trocam camisa. Torcida sai em calma. Fase de preparação da equipe termina com vitória. Dia 12, quinta-feira, no Itaquerão, Seleção Brasileira abre a Copa do Mundo contra a Croácia.

JOGO ATÉ O GOL

Segundo tempo. Técnico Felipão tira Oscar e coloca William, numa troca entre jogadores do Chelsea. Torcida agitada. Fica claro que, se não sair gol, Morumbi vai vaiar. No primeiro minuto, Neymar se atrapalha com a bola e cai. Aparentemente, nada grave.

1' - Permanece a dificuldade de entrada na defesa da Sérvia. Primeiro ataque é frustrado, também o segundo, quando Fred passou errado para Daniel Alves. Lateral para o adversário. Teste é bom. Retranca e bom contra-ataque da Sérvia fazem parte do mesmo tipo do futebol da Croácia. 

3' - Hulk recebe na ponta direita, entra na área, cruza, mas zagueiro tira. Torcida se anima. Falta na esquerda para Neymar bater. O velho escanteio de manga curta. Bate rasteiro, Luiz Gustavo toca prensado com zagueiro e bola vai para fora.

5' - Brasil tenta atacar por lampejos, com tentativas de dribles de Neymar, William e Hulk, mas nada funcionou ainda. Na Alemanha, enquanto isso, seleção local vai batendo a da Armênia por 4 a 1. 

7' - Hulk toca para Paulinho, que dá para Neymar na entrada da área, mas ele prende a bola e perde. Na sequência, dois contra-ataques da Sérvia. Felipão de péssimo humor. Sérvia pressiona.

9' - Por falar em Felipão, ele toma um troca da torcida, que grita o nome do atacante do São Paulo Luís Fabiano. O artilheiro não foi convocado em razão de não ter bom relacionamento com o técnico. Público começa a ficar impaciente. Sérvia faz faltas duras, mas Luiz Gustavo bate por trés. Daniel Alves tenta sair pela esquerda mas, cercado por quatro adversários, perde a bola.

11' - Neymar chama a responsabilidade. Carrega a bola, tenta ir para cima

13' - Golaço! Fred! 

COMO FOI O PRIMEIRO TEMPO

46' - Termina o primeiro tempo. Vaias normais. 

45' - Num gramado bastante esburacado, com tufos de grama soltos, Brasil não mostrou futebol. Torcida ensaia primeira vaia. 

43' - Zaga bate cabeça. bandeirinha marca impedimento, mas atacante sérvio ficou na cara de Julio Cesar. 

41' - David Luiz bate. Bola passou muito acima do gol. 

40' - Neymar faz primeira grande jogada. Em diagonal a partir da esquerda, deu dois dribles e avançou até ser derrubado. Falta perigosa. David Luiz e Neymar na bola. 28 metros do gol, frontal.

36' - Daniel Alves cruza para a área. Defesa tira fácil. Na sequência, falta de Neymar;

35' - 0 X 0. Público em silêncio. Sérvia toca bola na defesa, mas Luiz Gustavo corta; 

34' - Neymar dá meio arranque pelo meio do campo. Cercado por quatro sérvios, deixa a bola correr e desiste do lance. Se alguém o ajudou? Não, ninguém.

33' - Primeiro bom ataque do Brasil. Hulk entra pela esquerda na pequena área, toca para Neymar e daí a Daniel Alves. Chutão bem acima do gol.

31' - Metrovich cabeceia na cara de Julio Cesar. Sozinho. Mas erra. Torcida se cala. Apoia.

28' - Já está claro que a Sérvia vai sendo um bom teste. Marcovitch arranca, ponta direita Kurolov bate cruzado, Julio Cesar defende. Quando ia pegar a bola em definitivo, David Luiz se precipitou e deu chute para escanteio. Quase gol contra. Não tomou dura de ninguém. Erro inicial foi de Daniel Alves.

25' - Zagueiro Luiz Gustavo deixa bola passar embaixo do pé, Julio Cesar corre e consegue pegar a bola meio metro depois da linha de fundo. Escanteio para a Sérvia. Julio tira de soco. Menos mal.

24' - Fred bate da meia lua, bola passa a esquerda do gol mas tira emoção da platéia. Estádio fica bem mais cheio, lotação ainda pode ser alcançada;

18' - Falta em Oscar. Adversário mostra que não veio vender barato o resultado;

16" - Neymar sofre nova falta violenta. Primeiro cartão amarelo;

11' - O X O. Neymar bate escanteio do lado direito. Ninguém cabeceia. Bola com a Sérvia. 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247