Fontana repudia posição de Temer sobre tiros contra a caravana de Lula

Segundo o deputado Henrique Fontana (PT-RS), "a declaração de Temer justificando a violência política e fascista contra a caravana Lula revela que ele não tem a menor estatura politica para ocupar o maior cargo da República. Só poderia mesmo ter partido de um presidente ilegítimo, que chegou à Presidência por um golpe"; Temer disse que "essa onda de violência não foi pregada talvez por aqueles que tomaram essa providência, talvez tenha sido, tenha começado lá atrás. E a história de uns contra outros realmente cria essa dificuldade que gera atritos dessa natureza"  

Segundo o deputado Henrique Fontana (PT-RS), "a declaração de Temer justificando a violência política e fascista contra a caravana Lula revela que ele não tem a menor estatura politica para ocupar o maior cargo da República. Só poderia mesmo ter partido de um presidente ilegítimo, que chegou à Presidência por um golpe"; Temer disse que "essa onda de violência não foi pregada talvez por aqueles que tomaram essa providência, talvez tenha sido, tenha começado lá atrás. E a história de uns contra outros realmente cria essa dificuldade que gera atritos dessa natureza"
 
Segundo o deputado Henrique Fontana (PT-RS), "a declaração de Temer justificando a violência política e fascista contra a caravana Lula revela que ele não tem a menor estatura politica para ocupar o maior cargo da República. Só poderia mesmo ter partido de um presidente ilegítimo, que chegou à Presidência por um golpe"; Temer disse que "essa onda de violência não foi pregada talvez por aqueles que tomaram essa providência, talvez tenha sido, tenha começado lá atrás. E a história de uns contra outros realmente cria essa dificuldade que gera atritos dessa natureza"   (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Rio Grande do Sul 247 - O deputado federal Henrique Fontana (PT-RS) criticou as declarações de Michel Temer sobre os tiros contra ônibus da caravana do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que aconteceu nesta terça-feira (27) no Paraná.

"A declaração de Temer justificando a violência política e fascista contra a caravana Lula revela que ele não tem a menor estatura politica para ocupar o maior cargo da República. Só poderia mesmo ter partido de um presidente ilegítimo, que chegou à Presidência por um golpe", afirmou o parlamentar no Twitter. "Atirar no ônibus da caravana de Lula demonstra, além de ódio, despreparo para conviver com a pluralidade de idéias. Ao atentar contra a vida, o fascismo mostra sua face mais perversa", acrescentou.

À rádio Bandnews, em Vitória (ES), Temer disse que "essa onda de violência não foi pregada talvez por aqueles que tomaram essa providência, talvez tenha sido, tenha começado lá atrás. E a história de uns contra outros realmente cria essa dificuldade que gera atritos dessa natureza".

 

 

 

 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247